ANGIOSPERMAS EPÍFITAS DO ACURI (Attalea phalerata (Mart. ex Spreng.) Burret) NA FAZENDA PAREIA – MATO GROSSO – BRASIL*

Article Portuguese OPEN
Miranda, Amanda Ferraz de ; Neto, Germano Guarim (2012)
  • Publisher: FLOVET - Boletim do Grupo de Pesquisa da Flora, Vegetação e Etnobotânica
  • Journal: FLOVET - Boletim do Grupo de Pesquisa da Flora, Vegetação e Etnobotânica (issn: 1806-8863, eissn: 1806-8863)

RESUMO - Este trabalho teve como objetivo verificar a ocorrência de angiospermas epífitas na palmeira acuri, na formação vegetacional denominada de acurizal bem como verificar as formas de vida das angiospermas epífitas e quantificar os indivíduos da palmeira (forófitos) e suas epífitas. O acurizal, vegetação caracterizada pela presença monodominante da palmeira acuri, Attalea phalerata (Mart. ex Spreng.) Burret está situado na fazenda Pareia, no município de Barra do Bugres, Mato Grosso, Brasil. Foram delimitadas cinco parcelas não-contíguas de 20x25m, e em cada parcela os indivíduos (forófitos) de acuri foram marcados e numerados, tomando-se a medida da circunferência à altura do peito (CAP), para posterior relação entre quantidade-espécie e medida CAP. Foram encontradas 13 espécies de angiospermas epífitas pertencentes a 11 gêneros e a nove famílias botânicas. As famílias encontradas foram Moraceae, Orchidaceae, Rubiaceae, Bromeliaceae, Euphorbiaceae, Gesneriaceae, Meliaceae, Araceae e Cactaceae. Ao todo foram analisados 72 forófitos. Em 87,5% dos forófitos estudados foram encontradas espécies de angiospermas epífitas. Não houve relação entre o número de espécies de angiospermas epífitas e a variação da circunferência à altura do peito. A partir dos resultados obtidos neste trabalho foi possível visualizar a diversidade de espécies de angiospermas epífitas que utilizam o forófito em estudo (Atallea phalerata (Mart. ex Spreng.) Burret) para suporte. Palavras-chave: Epífitas; Acuri; Atallea phalerata (Mart. ex Spreng.) Burret.
  • References (7)

    BENZING, D. H. Vascular epiphytism in America. In: Tropical Rain Forest Ecosystems: biogeographical and ecological studies. Ecosystems of the world 14B. Elsevier, New York. 1989. p. 133-154.

    BENZING, D. H. Vascular epiphytes. Cambridge Unoversity Press, Cambridge: 1990.

    BORGO, M.; SILVA, S. M. Epífitos vasculares em fragmentos de Floresta Ombrófila Mista, Curitiba, Paraná, Brasil. Revista Brasileira de Botânica. 26 (3): 391- 401. 2003.

    CERVI, A. C.; BORGO, M. Epífitos vasculares no Parque Nacional do Iguaçu, Paraná (Brasil). Levantamento preliminar. Fontqueria. 55(51): 415-422. 2007.

    FERREIRA, E. L. Manual da palmeiras do Acre, Brasil. Instituto Nacional de Pesquisas/ Universidade Federal do Acre. 2008.

    FREIBERG, M.; FREIBERG, E. Epiphyte diversity and biomas in the canopy of lowland and montane forest in Ecuador. Journal of Tropical Ecology. 16: 673-688. 2000.

    GENTRY, A. H.; DODSON, C. Contribution of nontrees to species richeness of a tropical rian forest. Biotropica 12 (9): 149-156. 1987.

  • Metrics
    No metrics available
Share - Bookmark