“Eu escuto o lado bom!” Um estudo sobre mulheres rurais do sertão pernambucano que enfrentam julgamentos e ampliam desejos a partir da participação política

Article Portuguese OPEN
De Moraes, Lorena Lima;
(2017)

As mulheres rurais estão organizadas desde a década de 1980 na luta pelo reconhecimento e valorização do seu trabalho. No entanto, mesmo com a garantia de alguns direitos, participação e da luta pela identidade de trabalhadora rural, as mulheres esbarram frequentemente ... View more
  • References (4)

    Jalil, L M. 2013. As flores e os frutos da luta: o significado da organização e da par - ticipação política para as mulheres trabalhadoras rurais. Tese de Doutorado, Pós Graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

    Oliveira, M. S. L. 2011. Os espinhos, as lfores e os frutos do mandacaru: as trans - formações na configuração social de uma comunidade rural camponesa a partir da intervenção de atores externos. Tese de Doutorado, Departamento de Ciências Sociais, Universidade Federal de Campina Grande.

    Paulilo, M. I. S. 2004. Trabalho familiar: uma categoria esquecida de análise. Revista Estudos Feministas 12:229-252.

    Silva. C.; e, A. P. Portella. 2010. Divisão sexual do trabalho em áreas rurais no Nordeste brasileiro. in Agricultura familiar e gênero: práticas, movimentos e políticas pú- blicas. Editado por P. Scott e R. Cordeiro. 2 ed. pp. 127-144. Recife: ed. Universitária da UFPE.

  • Metrics
Share - Bookmark