CONTRA O FASCISMO E CONTRA MUSSOLINI: AS ESTRATÉGIAS DOS SOCIALISTAS ITALIANOS DE SÃO PAULO NA LUTA CONTRA O FASCISMO, 1923-1934

Article Portuguese OPEN
Bertonha, João Fábio;
(2011)
  • Publisher: Textos de História. Revista do Programa de Pós-graduação em História da UnB.
  • Journal: Textos de História. Revista do Programa de Pós-graduação em História da UnB. (issn: 0104-1487, eissn: 0104-1487)
  • Publisher copyright policies & self-archiving
  • Subject: Ciências Humanas; História

Entre 1923 e 1942, os fascistas italianos agiram sistemática e consistentemente na tarefa de conquistar os corações e as mentes dos italianos e seus descendentes que habitavam o Estado de São Paulo.' Seu esforço foi, de fato, intenso: ampliação da rede consular, implant... View more
  • References (22)
    22 references, page 1 of 3

    1 0 Vide "A propósito di lotte coloniale". IR 6, 16/3/1928.

    " Vide, por exemplo, a pronta solidariedade do La Difesa com a indignação de diversos jornais e políticos brasileiros com a pretensão fascista de que os filhos dos italianos de São Paulo fossem educados como italianos e fascistas e não como brasileiros. Veja-se, a respeito, "La protesta delia stampa brasiliana. L a difesa delia nazionalità brasiliana contro le insidie dei fascismo". LD, V/229, 5/8/1928 ,'T giudiá delia stampa brasiliana sulla protesta delia "Lega Antifascista". LD, V/230, 1 2/8/1928 ."Da Porto Alegre. 11 discurso di un brasiliano al sig. Piero Parini". Ultalia, 21/12/1931.

    1 2 Luigi Bruti Liberati ("La comunita Italo-canadese tra le due grandi guerre". Em: Bezza, B. Gli italiani fuori d'ltalia, Milão: Franco Angeli Editore, 1983, 397- 418), por exemplo, menciona o hasteamento do pavilhão italiano ao lado do Union Jack e o entoar dos dois hinos nacionais nas cerimônias fascistas no Canadá

    1 3 A senhora Cezira Curty, participante das cerimônias fascistas em Campinas nos anos 30 e que nos deu um depoimento (18/5/1992), nos confirma esse esforço: hasteamento da bandeira brasileira ao lado da italiana, presença contínua de autoridades locais no fascio, etc. Julia Scarano ("Considerações preliminares sobre uma cidade de imigração teuto-italiana e os efeitos do 2° Conflito Mundial". Colonização e Migração, Anais do IV Simpósio Nacional dos Professores Universitários de História, SP, 1969) também faz referências a este respeito.

    3 5 Vide A. Piccarolo. "Cercando Ia verità (a rispetto di socialisti, comunisti e fascisti)". LD, 111/85, 25/7/1928. e também os artigos de Antônio Piccarolo. "Espiazione". IR, 2 16/1/1928. e Gactano Salvemini. "O que é fascismo". IR 1, 1/1/1928.

    3 6 O extrato é da entrevista do embaixador Attolico à Agência Brasileira. Reproduzido de "Nel fronte único". IR, 9. 1/5/1928.

    '7 Pillo Rocca (Antônio Piccarolo). "Logorrca Coloniale". IR. 9. 1/5/1928.

    5 4 Vide, por exemplo, a entrevista do Dr. Saltes Jr. ao Piccolo, citada em *'Non è cosi", citado.

    5 5 É o comentário do Piccolo à entrevista dada pelo dr. João Sampaio ao O Estado de S. Paulo e reproduzida pelo Piccolo. Citada em Antônio Cimatti. "Ricambiando i consigli dei Piccolo" (LD 111/68. 18/4/1926).

    5 6 Ego Sum. "Una intervista proletária". LD, 111/77, 20/6/1926.

  • Metrics
Share - Bookmark