publication . Article . 2016

A fábrica do sensível: as imagens contraditórias da arte

da Costa - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Cláudio;
Open Access Portuguese
  • Published: 04 Feb 2016 Journal: Revista VIS: Revista do Programa de Pós-Graduação em Arte (issn: 1518-5494, eissn: 1518-5494, Copyright policy)
  • Publisher: PPG-Arte / UnB
Abstract
Defendendo a estética como terreno afinado com a batalha pela emancipação de novas formas da subjetividade política, Jacques Rancière ressalta o papel da arte como experiência contraditória do sensível. A experiência estética transforma e redesenha a partilha do sensível, a divisão que predetermina as formas de “ser em comum”. Mais do que criação subjetiva oposta a regras comuns, a arte diz respeito à produção de uma ideia de comunidade fundada no dissenso. Dividindo a partir do interior determinada situação do sensível, a arte reconfigura as possibilidades da percepção, do pensamento e da ação, bem como redistribui as competências na comunidade. A arte educa, f...
Subjects
free text keywords: Estética, Arte, Imagem, Experiência Sensível, Modernismo

DANTO, Arthur. The Artworld. The JournalofPhilosophy, v. 61, n. 19, p. 571-584. Oct. 15, 1964.

LYOTARD, Jean-François. O inumano: considerações sobre o tempo. Lisboa: Estampa, 1989.

POIVERT, Michel. La photographie contemporaine. Paris: Flammarion, 2010.

RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. São Paulo: Martins Fontes, 2012a.

_________. O destino das imagens. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012b.

_________. A comunidade estética. Poiesis, n. 17, p. 169-187, jul. de 2011.

_________. Aisthesis: scènes du régime esthétique de l'art. Paris: Galilée, 2011.

_________. O inconsciente estético. São Paulo: Editora 34, 2009.

_________. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: EXO experimental org., Ed. 34, 2005.

_________. “The aesthetic Revolution and its outcomes”. New Left Review, 14, mar.-abr 2002, p. 133- 15. Disponível em: http:// newleftreview. org/.).

_________. Le maître ignorant: cinq leçons sur l'émancipation intellectuelle. Paris: Fayard, 1987.

ROBERTS, John. The impossible document: Photography and conceptual art in Britain, 1966-1976. London: Camera Work, 1997.

SCHILLER. A educação estética do homem: numa série de cartas. São Paulo: Iluminuras, 2014.

SÜSSEKIND, Pedro. Schiller e o desafio de pensar a modernidade. In: HUSSAK, Pedro. VIEIRA, Vladimir (Org.). A educação estética: de Schiller a Marcuse. Rio de Janeiro: Nau. Edur, 2011.

Any information missing or wrong?Report an Issue