ACIDENTES COM MATERIAIS PERFURO-CORTANTES: UM ESTUDO DE CASO DA EMPRESA FHGV - HOSPITAL TRAMANDAÍ

Article Portuguese OPEN
Machado, Leonel Camargo ; Henkes, Jairo Afonso (2013)
  • Publisher: Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental
  • Journal: Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental (issn: 2238-8753)
  • Subject: Acidente de trabalho, hospital, material perfuro-cortante, sustentabilidade ambiental. | Engenharia; Enfermagem; Administração

O presente trabalho evidencia as causas dos acidentes com material perfuro-cortantes em um hospital da região litorânea do Rio Grande do Sul. Considera-se acidente de trabalho o fato que ocorre no exercício do trabalho nas dependências da empresa ou nos seus deslocamentos para a residência do trabalhador, ou fora do local de trabalho, a serviço da empresa. Já material perfuro-cortante é definido como o que têm ponta ou gume, materiais utilizados para perfurar ou cortar, como por exemplo, bisturi, agulhas, escalpe e vidros quebrados. Foi realizado um estudo de caso no Hospital Tramandaí referente ao período de janeiro a junho de 2012 com profissionais da área assistencial, ou seja, Técnicos de Enfermagem, Higienização, Enfermeiros e Médicos. Para analise dos dados foi usado à estatística descritiva da área de Segurança do trabalhador, que tiveram acidente de trabalho com material perfuro cortantes no desenvolvimento de suas atividades profissionais. Foram estudados 18 casos com objetivo de analisar as causas de acidentes com material perfuro-cortantes no atendimento à saúde em procedimentos no ambiente hospitalar. Também a preocupação com o descarte dos resíduos através da correta separação desses e da elaboração do Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviço da Saúde. Foram utilizados dados estatísticos e fichas de controle de acidentes do setor de saúde do trabalhador da empresa. Foi possível verificar que a ocorrência dos acidentes se deu na sua maioria após a realização dos procedimentos, o que indica que não se trata de falha no manejo junto ao paciente, mas o descuido na manipula-ção após os procedimentos e no descarte do material perfuro-cortante. Todavia, trata-se de falha técnica, pois entendemos que essa envolve o processo como um todo. Assim, acredita-se que o caminho para a prevenção pode ser a educação continuada sobre os cuidados com as técnicas adequadas de biossegurança que auxiliam na prevenção de acidentes com materiais perfuro-cortantes. Fica o desafio para futuros trabalhos de pensar sobre diferentes abordagens de treinamento a fim de maior efetividade na prevenção de acidentes de trabalho com materiais perfuro-cortantes em hospitais.
Share - Bookmark