Representações e expectativas dos profissionais dos serviços de pediatria do Hospital de Braga relativamente à intervenção dos "Doutores Palhaços"

Master thesis Portuguese OPEN
Almeida, Isabel Cristina Ferreira de (2012)
  • Subject: 615.851 | 159.922.7 | 616-082.4

Dissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Intervenção Psicossocial com Crianças, Jovens e Famílias) Neste estudo são dadas a conhecer as representações e expetativas dos profissionais de saúde dos serviços de pediatria do Hospital de Braga, relativamente ao trabalho dos palhaços profissionais da Operação Nariz Vermelho: os “Doutores Palhaços” (DP). A recolha dos dados realizou-se cerca de um mês antes do início da intervenção dos DP naquela unidade de saúde e envolveu 34 profissionais. As suas representações e expetativas foram exploradas através de uma entrevista semiestruturada, destacando-se, entre as questões colocadas, as suas representações acerca do trabalho desta associação de artistas profissionais; a abertura à intervenção dos DP no seu contexto de trabalho; as vantagens e desvantagens antecipadas em relação à presença dos DP junto das crianças e adolescentes, seus pais, profissionais de saúde, e do Hospital em termos mais globais. As aprendizagens que esperavam decorrer da observação e/ou parceria com os DP e as mudanças que operadas a um nível mais macro/institucional, em resultado desta colaboração, foram também exploradas. Os dados recolhidos junto dos participantes revelaram, entre a maioria dos profissionais, uma significativa abertura à presença dos DP no seu contexto de trabalho. Entre as vantagens mais frequentemente referidas surgiram o contributo dos DP para o amenizar da experiência de hospitalização, do tratamento e do impacto emocional da mesma não só junto do paciente pediátrico mas, também, dos seus pais/acompanhantes. A estas adicionaram-se a humanização dos cuidados, a desmistificação dos profissionais de saúde, bem como a ampliação do seu leque de estratégias na abordagem ao paciente pediátrico. Como contrariedades, o medo de algumas crianças relativamente ao palhaço e a falta de abertura de alguns pais e/ou profissionais relativamente à sua presença foram antecipadas com maior frequência. No que se refere às suas expetativas relativamente ao impacto dos DP a um nível mais institucional, o amenizar do ambiente hospitalar e a melhoria da imagem externa do Hospital foram destacados. This study focus on the staff’s representations and expectations regarding the work of “Operação Nariz Vermelho’s professional clowns: the “Doutores Palhaços (DP) at the pediatric unit of the Braga’s Hospital.”. The data collection took place about a month before the beginning of the DP’s intervention on that care unit and involved 34 health professionals. Their representations and expectations were explored based on a semi-structured interview. Health professionals were asked to share what they knew about the work of this association of professional artists; how receptive they were regarding the DP’s intervention on their work unit, and, for example, the advantages and disadvantages of DP’s intervention on children and adolescents, parents, health professionals and on the overall hospital. Participants were also asked to reflect on their expectations regarding what they could learn with the DPs as a result of the observation and/or the cooperative work with them. The changes they expected to find in the hospital two years after the beginning of this collaboration were also explored during the interview. Results show that most professionals were receptive to the DPs’ presence in they care unit. Regarding the advantages of their presence, the most often positive aspects concerned the DP’s contribution to the amenization of the hospitalization experience, as well as regarding the treatment and it’s emotional impact, not only on the pediatric patients but also on their parents. The humanization of care and the demystification of health staff, or the enlargement of their strategies repertoire on the approach to pediatric patients were also mentioned. Concerning the hindrances related to the DPs’ presence on this pediatric unit, some participants emphasized the fear that some children may feel about clowns, and the parents and/or the staff’s resistance to their presence, felt as inconvenient. Regarding their expectations about the DPs’ impact on the institutional level, the ammenization of the hospital’s atmosphere and the improvement of the Hospital’s external image were highlighted.
Share - Bookmark