Caracterização mecânica de toros de madeira lamelada colada

Article Portuguese OPEN
Branco, Jorge M.; Cruz, Paulo J. S.;
(2009)
  • Publisher: Associação Portuguesa de Análise Experimental de Tensões (APAET)
  • Subject: Madeira lamelada colada | RUSTICASA | Caracterização | Paredes | Toros | Madeira

Neste trabalho descreve-se a caracterização mecânica de toros de madeira lamelada colada pertencentes a um sistema construtivo de casas pré-fabricadas de madeira. Os módulos de elasticidade global e local à flexão, à compressão paralela e perpendicular às fibras, ... View more
  • References (10)

     Os toros 80×150 mm2 conduzem a valores médios de resistência à flexão de 37 MPa e módulo de elasticidade global de 11400 MPa; os toros de secção transversal 120×150 mm2 conduzem a valores médios de resistência à flexão de 43 MPa e módulo de elasticidade global de 12000 MPa; os toros de secção transversal 160×150 mm2 conduzem a valores médios de resistência à flexão de 44 MPa e módulo de elasticidade global de 12300 MPa;

     Os provetes 45×270×80 mm3 conduzem a valores médios de tensão de resistência à compressão paralela às fibras de 37 MPa e respectivo módulo de elasticidade de 10900 MPa; os provetes de dimensões 120×480×80 mm3 conduzem a valores médios de tensão de resistência à compressão paralela às fibras de 33 MPa e respectivo módulo de elasticidade de 11900 MPa; por último, os provetes de dimensões 160×480×80 mm3 conduzem a valores médios de tensão de resistência à compressão paralela às fibras de 33 MPa e respectivo módulo de elasticidade de 11000 MPa;

     Os provetes 45×90×70 mm3 conduzem a valores médios de tensão de resistência à compressão perpendicular às fibras de 2,4 MPa e respectivo módulo de elasticidade de 309 MPa; os provetes com 3 lamelas de dimensões 120×150×156 mm3 conduzem a valores médios de tensão de resistência à compressão perpendicular às fibras de 3,2 MPa e respectivo módulo de elasticidade de 315 MPa; por último, os provetes com 4 lamelas de dimensões 160×150×208 mm3 conduzem a valores médios de tensão de resistência à compressão perpendicular às fibras de 3,2 MPa e respectivo módulo de elasticidade de 380 MPa;

    Anon, Nordic Timber - Grading rules for pine and spruce sawn timber (The Blue Book). Stockholm: The Assoc. of Swedish Sawmillmen. ISBN 91-7322-227-5, 1994.

    Cruz, P.J.S., Branco, J.M. e Santos, A.F., Caracterização à flexão dos toros. Relatório N.º07-DEC/E-17, Universidade do Minho, 2007.

    Cruz, P.J.S., Branco, J.M. e Santos, A.F., Caracterização à compressão paralela às fibras. Relatório N.º07-DEC/E-18, Universidade do Minho, 2007.

    Cruz, P.J.S., Branco, J.M. e Santos, A.F., Caracterização à compressão perpendicular às fibras. Relatório N.º07-DEC/E-19, Universidade do Minho, 2007.

    EN 338:2003, Bois de structure - Classes de résistance. CEN, 2003.

    386:2001, Glued laminated timber -

    production requirements. CEN, 2001.

  • Related Organizations (1)
  • Metrics
Share - Bookmark