Atrofia do musculo masseter apos desinserção e osteotomia segmentar da mandibula : comparação morfologia, histologica e ultrasonografica em coelhos

Master thesis Portuguese OPEN
Silvio Oscar Noguera Servin (2006)
  • Subject: Musculo Masseter Hipertrofia Hiperostose Mandibula | Masseter muscle Hypertrophy Hyperostosis Mandible

Resumo: A hipertrofia massetérica (HM) caracteriza-se pelo aumento do músculo masseter de origem indeterminada. Pode ser uni ou bilateral e muitas vezes acompanhada de bruxismo, aperto dental (cêntrico) ou ranger de dentes (excêntrico) e trismo causados por stress emocional. Outros sinais e sintomas da HM são desconforto facial, desarmonia oclusal e alteração da simetria facial, associados ou não à hiperostose. Em indivíduos submetidos a cirurgia para correção da HM, as principais complicações podem ser a lesão do ducto parotídeo, lesão do ramo bucinador e/ou mandibular do nervo facial, lesão do ramo massetérico da artéria facial e edema pós-operatório que pode perdurar até um ano. As técnicas de imagem para diagnóstico de HM são a ultrassonografia, a tomografia computadorizada e a ressonância magnética nuclear. Foram estudados 30 coelhos da raça Nova Zelândia, que por serem roedores apresentam hipertrofia fisiológica de masseter. Avaliamos a ocorrência de atrofia deste músculo em 2 grupos, num após a sua desinserção do ângulo mandibular direito (grupo D) e em outro grupo após osteotomia do mesmo ângulo (grupo O). Avaliamos os resultados encontrados ao exame de ultra-som, morfológico e histológico, e aplicamos testes estatísticos de TUKEY, FRIEDMANN e SPEARMANN, e concluimos haver atrofia significativa em ambos os grupos. O grau de atrofia no grupo D, mesmo sendo inferior ao grupo O, mostrou ser estatisticamente significativo. A osteotomia, mostrou resultado atrófico maior. A aferição milimetrada com paquímetro e a avaliação do menor diâmetro da fibra demonstraram melhor o grau de atrofia muscular quando comparados ao exame por ultra som ;;Abstract:Masseteric hypertrophy is an uncommom benign condition that occurs either unilaterally or bilaterally. Many patients have history of bruxism or jaw clenching when under emotional stress. They can have contibuiting problems such as mild malocclusion, missing dentition on the side opposite the muscle enlargement in unilateral cases, or functional temporomandibular joint disorders. Symptoms are unusual but may include mild facial discomfort or complaints referable to an occlusal disharmony. It is most probably a congenital, genetically determined anomaly. The diagnosis of this anomaly is established clinically and radiologically, and it is usually very easy. The condition is treated conservatively or surgically. Diagnostic imaging techniques allow direct, accurate measurement of muscle thickness. We used ultrasound , morphologically and histological methods to measure masseter muscle atrophy between the two sides in masseter muscle of two groups from 30 New Zealand rabbits, submitted to a surgical operation. In one group (D), the masseter muscle, in the lateral mandible angle area was detached with a periosteal elevator trough the posterior edge of the muscle. The other group (O)was submitted to a marginal masseter angle resection.. The muscle was usually not resected . Atrophy results were achieved. New surgical treatment is described, and the pertinent literature summarized
Share - Bookmark