Análise ecológica dos acidentes e da violência letal em Vitória, ES

Article Portuguese OPEN
Bastos,Márcia de Jesus Rocha Pereira ; Pereira,Jacira dos Anjos ; Smarzaro,Dorian Chim ; Costa,Everaldo Francisco ; Bossanel,Regina Célia Lobo ; Oliosa,Durvalina Maria Sesari ; Pereira,Joseanny Gomes Poltronieri ; Feitosa,Hideko Nagatani ; Costa,Marcilene Favarato da ; Oliveira,Fabiano José Pereira de ; Fávero,Juliana Lopes ; Maciel,Ethel Leonor Noia (2009)
  • Publisher: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
  • Subject: Acidentes/mortalidade | Violência/mortalidade | Causas Externas | Mortalidade | Fatores Socioeconômicos | Estudos Ecológicos

OBJETIVO: Analisar o contexto socioeconômico e sua relação com a incidência espacial da mortalidade devido à violência. MÉTODOS: Foi realizado estudo do tipo ecológico no município de Vitória, ES, de 2000 a 2003, sobre a distribuição espacial da mortalidade por acidentes e violência, com base nas informações populacionais e socioeconômicas. Os dados sobre mortalidade foram relacionados a informações como local de residência da vítima, tipo de ocorrência, sexo e raça/cor. A análise das informações utilizou a média espacial, odds ratio e análise de cluster. RESULTADOS: Ocorreram 828 óbitos por violência no período estudado, representando 17% do total de óbitos do município. Destes, 72% eram homicídios, 21,8% acidentes de transporte e 6% suicídios. O padrão das vítimas dos homicídios foi ser jovem, negro, do sexo masculino e residente em regiões mais pobres da cidade. Suicídios e acidentes de transporte acometeram vítimas mais velhas, brancas, do sexo feminino e residentes na área mais rica da cidade. CONCLUSÕES: O resultados mostram que a violência é um fenômeno que atinge todas as classes sociais, com destaque para as pessoas da raça negra e baixo nível socieconômico que têm maior chance de morte por homicídio; e brancos de nível socioeconômico mais elevado, suicídios e acidentes de transporte se sobressaem.
Share - Bookmark