Avaliação morfológica do oviduto e desempenho zootécnico de poedeiras comerciais (Gallus gallus) da linhagem Lohmann Selected Legorn submetidas e não submetidas a muda forçada.

Master thesis Portuguese OPEN
Luciana Barbosa de Carvalho Borba (2007)
  • Publisher: Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Subject: MEDICINA VETERINARIA | Poedeiras comerciais | Oviduto | Qualidade dos ovos | Muda forçada | Commercial layers | Oviduct | Eggs quality | Forced molting

Este trabalho teve o objetivo de avaliar a morfologia do oviduto (regiões do magno, istmo e glândula da casca) e desempenho zootécnico de poedeiras comerciais (Gallus gallus) submetidas e não submetidas a muda forçada. Para tanto foram utilizadas 4.000 poedeiras da linhagem Lohmann Selected Leghorn (LSL), com 65 semanas de idade alojadas em gaiolas de plástico e ferro, em uma granja comercial na cidade de Glória do Goitá, estado de Pernambuco. As poedeiras foram divididas em dois grupos, a saber: G1- Aves não submetidas a muda forçada e G2- Aves submetidas a muda forçada. O experimento realizou-se no período de 70 a 120 semanas de idades das aves, onde foram avaliados os seguintes parâmetros: morfologia do oviduto (regiões do istmo, magno, glândula da casca) e produção de ovos (número de ovos produzidos por grupo e percentual de produção). Os resultados morfológicos mostraram que as aves submetidas a muda forçada (G2) apresentaram maior número de glândulas secretoras na mucosa do magno e istmo, sendo estas glândulas mais dilatadas e com secreção na luz do órgão. Neste grupo também observamos maior uniformidade no revestimento ciliar e maior quantidade de secreção no interior das glândulas. Os dados de desempenho zootécnico foram maiores, com diferença significante, no submetido a muda forçada (G2). Concluímos que a muda forçada é uma alternativa quando se deseja obter o máximo de produtividade de uma ave prolongando o seu ciclo reprodutivo sem perder a qualidade dos ovos produzidos. This paper had the purpose of making an assessment of the morphology of the oviduct (regions of the magnum, isthmus and shell gland) and performance of commercial layers (Gallus Gallus) submited or not to the forced molt. So there were used 4.000 hens from the Lohmann Selected Legorn (LSL) line, with 65 weeks age lodged in plastic and iron cages, in a commercial small farm in Glória do Goitá, Pernambuco. The hens were divided in two groups: G1- Hens dont submitted to the forced molt and G2 hens submitted to the forced molt. The experiment took place in a period from 70 to 120 weeks age of the hens, where they were assessed the following parameters: morphology of the oviduct ( regions of the magnum, isthmus and shell gland) and production of eggs (number of produced eggs by groups and percentage of production). The morphologic results showed a larger number of secreted glans in the mucosa of magnum and isthmus, these one being more dilated and with secretion in the light of the organ. In this group we also could observe a larger uniformity in the lash covering and a larger quantity of secretion inside of the glands. The data of the performance were greater, with a significant difference in the group submitted by the forced molt (G2). We got a conclusion that the forced molt is an alternative when we want to take the maximum of the productivity of a hen making longer its reproduction cycle without losting the quality of the produced eggs.
Share - Bookmark