Do primário ao primeiro grau: as transformações da matemática nas orientações das Secretarias de Educação de São Paulo (1961 - 1979)

Doctoral thesis Portuguese OPEN
Denise Medina de Almeida França (2012)
  • Publisher: Universidade de São Paulo
  • Subject: Didática da matemática | História da educação matemática | History of mathematics education | Impressos oficiais | Initial grades | Mathematics didactics | Numbers | Número | Official printing | Séries iniciais | Educação

O estudo de impressos direcionados para professores, publicados pelos órgãos oficiais de Educação, contendo sugestões sobre os modos de fazer em sala de aula, constituindo uma literatura cinzenta escolar, aparecem como um instrumento eficaz para o aprofundamento dos estudos da História da Educação Matemática no Brasil e das relações entre programas, conteúdos e práticas escolares. Diante disso, o objetivo da tese foi problematizar de que modo foram construídas as propostas de alterações metodológicas para o ensino do número nas séries iniciais do Ensino Fundamental, no período entre 1961 e 1979, de modo a tentar compreender como foram produzidas as representações de ensino moderno, fundamentadas no ideário do Movimento da Matemática Moderna (MMM), nas publicações das Secretarias de Educação de São Paulo. E também, os modos de produção desses modelos, ou seja, a transformação na representação didático-pedagógica do conceito de número, no período analisado, nas orientações publicadas. Ainda, mais especificamente, busca-se entender como ocorre a apropriação dos estudos de Zoltan Paul Dienes nesses impressos. Acredito que o estudo que explore o diálogo entre passado e presente, que procura compreender as condições que permitiram a produção das representações sobre como ensinar e aprender Matemática pode subsidiar as problematizações diárias sobre a prática e possíveis novas propostas. Isso implica seguir e procurar desvendar os processos de apropriação utilizados pelos elaboradores das publicações, além de procurar caracterizar e diferenciar o MMM no ensino primário. O período histórico da pesquisa foi determinado pelas fontes selecionadas, após um levantamento das publicações existentes (Implantação da escola municipal de oito anos, de 1969, e os quatro volumes do Manual de Detalhamento de Currículo de 1974, 1976, 1977 e 1979, na memória técnica documental do Município de São Paulo e no Arquivo Pessoal Lucília Bechara Sanchez. A opção por essas fontes relaciona-se ao reconhecimento do valor atribuído às publicações no subsídio de professores para as mudanças, num período de expansão e criação dos sistemas de ensino no Brasil, com transformações na estrutura, no funcionamento, nos programas e no currículo de Matemática, de acordo com as normativas impostas pelas LDB 4.024/1961 e LDB 5.672/1971. Para complementar a análise, foi necessário problematizar as dificuldades do trabalho com essa literatura cinzenta escolar como fonte. A escassez de pesquisas que as utilizam pode ser explicada pela profusão desses textos, que, apesar de emanados de um mesmo órgão público, têm fases diferentes, consoante com os grupos que os produziram. Na articulação das questões, fiz uso da abordagem da história cultural e me apoiei nos conceitos de representação, apropriação e estratégias, postas por Chartier (1991) e Certeau (1982). Concluí que, no período estudado, as publicações produzidas pelas Secretarias foram utilizadas como estratégia de reformulação curricular e divulgação para implementar as novas diretivas para o ensino de Aritmética na escola primária paulista, adequando-se às recomendações dos novos campos da psicologia e da didática. A pesquisa ainda assinalou que a apropriação das ideias de Zoltan Dienes, defendendo uma abordagem estruturalista para a Matemática, produziu grandes reformulações na didática da Matemática, ressignificando o quê, como e pra quem ensinar. The study of papers targeted to teachers, published by the official agencies of Education, containing suggestions on how to do in the classroom, making up a blurry school literature, appear as an effective instrument for deepening the studies of Mathematics Education History in Brazil and the relationships between programs, contents and school practices. Given the importance of these papers, this thesis aims to discuss how the proposals of methodological changes to the teaching of numbers in the early grades of elementary school were built. I want to understand how the representations were made of \"modern education\" based on the ideals of MMM, in the publications of the Departments of Education of Sao Paulo and the ways of production of these models. What transformation does the didactic teaching go through on the concept of number in the analyzed period through the guidelines published to the teachers by the Education Department? And more specifically, what reveals the papers of the Education Departments in terms of ownership of the studies conducted by Zoltan Paul Dienes? I believe that the questioning about what it was like to teach arithmetic and the methods suggested for this teaching in the initial grades may contribute to the understanding of the process of learning mathematics and how this process influenced - and continues to influence - the teaching of mathematics in the current educational context. The historical period of the research was determined by selected sources, after a survey of the existing publications (Implementation of the eight year municipal school, of 1969, and the four volumes of the MDC, of 1974, 1976, 1977 and 1979) in the Document Technical Memory of São Paulo and APLB. The choice of these sources is related to the recognition of the value assigned to the publications in the supplies of teachers for changes in a period of expansion and creation of educational systems in Brazil, with changes in the structure, operations, programs and in the Mathematics curriculum in accordance with the regulations imposed by BDL 4024/61 and BDL 5672/71. The work also included the comparison between publications with LDB/61 and the LDB/71, considering the place where the production of the official papers was held and the everyday of the production process, their dynamics and backstage. In order to complement the analysis, it was necessary to discuss the difficulties of working with this blurry school literature as a source. In articulating the issues, I use the approach of cultural history and lean against the concepts of representation, ownership and strategies put by Chartier (1991) and Certeau (1982). I conclude that during the studied period, the publications produced by the Departments of Education were used as a strategy adapting to the recommendations of the new fields of psychology and didactics. The survey also noted that ownership of the ideas of Zoltan Dienes, advocating a structuralist approach to mathematics, produced major reformulations in mathematics didactics, giving new meaning to teaching, how to teach and for whom to teach.
Share - Bookmark