Anestesia por isofluorano em eqüinos submetidos à infusão contínua de medetomidina ou xilazina

Article Portuguese OPEN
Dória,Renata Gebara Sampaio ; Valadão,Carlos Augusto Araújo ; Canola,Paulo Aléscio ; Guirro,Érica Cristina Bueno do Prado ; Mendes,Marina Ceccato ; Escobar,André ; Ribeiro,Gesiane ; Natalini,Cláudio Côrrea (2009)
  • Publisher: Universidade Federal de Santa Maria
  • Subject: eqüinos | infusão contínua | isofluorano | medetomidina | xilazina

Avaliaram-se oito eqüinos sob anestesia geral inalatória com isofluorano (1CAM) e infusão contínua de xilazina (0,35mg kg-1h-1) ou medetomidina (3,5µg kg-1h-1), em relação à freqüência cardíaca, ritmo cardíaco, freqüência respiratória, pressão arterial, hemogasometria arterial e temperatura, nos tempos T0 (imediatamente antes do início da infusão contínua) e T10 ao T60 (intervalos de 10 minutos, após início da infusão contínua). Houve redução da freqüência cardíaca e da temperatura e elevação da pressão arterial média. A paCO2 (no GM) elevou-se e a paO2 mostrou-se maior no GM que no GX. Conclui-se que a infusão contínua de doses equipotentes de xilazina e medetomidina, durante anestesia geral inalatória, com isofluorano, em eqüinos, promove alterações cardiocirculatórias, respiratórias, térmicas e hemogasométricas discretas e equivalentes.
Share - Bookmark