Gráficos táteis para ensinar geografia

Master thesis Portuguese OPEN
Andrade, Leia de (2014)
  • Subject: Geografia | Estudo e ensino | Gráficos, tabelas, etc. | Deficientes visuais | Educação | Educação inclusiva

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2014. Esta pesquisa foi desenvolvida na perspectiva de propor, aplicar e analisar uma metodologia para o ensino significativo de Geografia com base no processo de produção, leitura e interpretação de gráficos produzidos com dados da realidade vivenciada em uma sala de aula inclusiva. Para tanto, a pesquisa delineou quatro objetivos específicos: elaborar um plano de ensino de gráficos dentro de conteúdos geográficos que são aprendidos no 8º ano; avaliar a estratégia de construção artesanal de gráficos como facilitador no ensino dessa representação e na elaboração dos conceitos por alunos normovisuais e cegos; analisar como alunos normovisuais e com deficiência visual aprendem geografia a partir de conceitos vivenciados no cotidiano; analisar qual a contribuição dos gráficos como recurso didático tátil para o ensino e aprendizagem de Geografia. Os referenciais teóricos foram pautados nos estudos sobre o ensino de Geografia, nas investigações dos processos de Inclusão escolar e nos estudos de Vygotsky sobre os processos de aprendizagem. Para o desenvolvimento da pesquisa obteve-se a participação de alunos normovisuais e uma aluna com deficiência visual, que frequentam uma o 8º ano de uma escola pública na cidade de Maringá-PR. As aulas foram ministradas pela pesquisadora, que utilizou gráficos táteis construídos pelos alunos para as atividades pedagógicas desenvolvidas com base nos conteúdos da disciplina de Geografia. O método de investigação baseou-se na observação participante com princípios da pesquisa ação em uma sala de aula. Foram analisados episódios interativos, selecionados a partir dos registros em vídeo das aulas. Os resultados obtidos na investigação confirmaram que os gráficos dentro dos conteúdos geográficos podem ser utilizados como recurso didático no plano de ensino do professor. A partir de sua utilização no 8ºano do ensino fundamental podendo se estender em diferentes conteúdos e anos do ensino básico. Como conclusão da investigação verificou-se que a construção de gráficos artesanais pelos próprios alunos é uma estratégia facilitadora para a compreensão desse tipo de representação e eficaz para compreender os conceitos geográficos que fazem parte do cotidiano dos educandos. Também apontaram que os gráficos táteis quando utilizados para ensino e aprendizagem de alunos normovisuais e com deficiência visual, tornam-se um instrumento que pode ressaltar as potencialidades de aprender Geografia.<br> Abstract : This research was developed with the perspective to propose, implement and analyze a methodology for meaningful teaching of geography based on production, reading and interpreting graphs created with data from the reality experienced in a process inclusive classroom. For this purpose, the research outlined four specific objectives: develop a plan for teaching graphics within geographic content that are learned in 8th grade; evaluate the strategy of artisanal graphing as a facilitator in the teaching of this representation and the preparation of concepts for sighted and blind students; analyze how sighted and visually impaired students learn geography from experienced concepts in daily life; analyze the contribution of tactile graphics as a teaching resource for the teaching and learning of Geography. Theoretical frameworks were based on studies on the teaching of geography, in investigations of the processes of school inclusion and the studies of Vygotsky on learning processes. To develop the research it was obtained the participation of sighted students and a student with visual impairment attending a the 8th year in a public school in the city of Maringá-PR. The classes were taught by the researcher, who used tactile graphics built by students for educational activities based on the content of the discipline of Geography. The research method was based on participant observation with principles of action research in the classroom. Selected from the video recordings of lessons, interactive episodes were analyzed. The results obtained in this work confirmed that the graphics within the geographic content can be used as a teaching resource in the teaching plan of the teacher from the 8th year of elementary school and could be extended in different contents and years of basic education. As a conclusion of the investigation it was found that the construction of handmade charts by the students themselves is an enabling strategy for understanding this kind of representation and effective for understanding the geographical concepts that are part of everyday life of students. This research also showed that the tactile graphics, when used for teaching and learning sighted and visually impaired students, become a tool that can highlight the potential of learning Geography.
Share - Bookmark