Inibição da formação de produtos da reação de Maillard por extrato de erva-mate (Ilex paraguariensis) em sistemas modelo alimento

Master thesis Portuguese OPEN
Érica de Lemos Ferreira Monaro (2012)
  • Publisher: Universidade de São Paulo
  • Subject: Erva-Mate | Food Model Systems | Maillard Reaction | Reação de Maillard | Sistema Modelo Alimento | Yerba Mate | Nutrição em Saúde Pública

INTRODUÇÃO: A reação de Maillard ocorre em alimentos termicamente processados e também em sistemas biológicos, em que é chamada de glicação. Esta reação ocorre entre grupos carbonilas e grupamentos aminas e tem especial importância em alimentos, pois promovem alterações sensoriais importantes ao sabor, aroma, aparência e textura. Em sistemas biológicos, entretanto, podem acarretar mudanças em estruturas moleculares que favorecem o estresse oxidativo e participam da patogenia de complicações micro e macro vasculares características da diabetes, aterosclerose e doenças neurodegenativas. Os compostos carbonílicos ou produtos da reação de Maillard (PRMs) formados em alimentos contribuem para o aumento do pool endógeno de compostos carbonílicos. A utilização de substâncias ou alimentos que possam minimizar a formação destes compostos pode constituir-se em uma estratégia para minimizar a sua ingestão. OBJETIVO: Avaliar o efeito da adição de extrato etanólico de erva-mate verde na inibição da reação de Maillard em sistemas modelo alimento. METODOLOGIA: Foram elaborados modelos de biscoito e lácteos com e sem lipídios. Os teores de produtos da reação de Maillard [furosina (FUR), hidroximetilfurfural (HMF), carboximetilisina (CML) e produtos fluorescentes (IF)] foram avaliados. O extrato etanólico foi obtido por extração contínua a quente da erva-mate verde seca e caracterizado quanto aos teores de compostos fenólicos, cafeína e saponinas por cromatografia líquida. A intensidade de fluorescência dos sistemas foi avaliada por espectrofotometria, os teores de FUR e HMF foram analisados por cromatografia líquida de alta eficiência e de CML por ELISA. RESULTADOS: O extrato etanólico de erva-mate apresentou 155µg mg -1 de fenólicos totais, 76µg mg -1 de cafeína, 5µg mg de ácido ursólico e 3µg mg -1 de ácido oleanóico. A formação de HMF, FUR e IF nos sistemas modelo de biscoito não foi influenciada pela adição do extrato de erva-mate. O teor de CML do modelo com extrato do sistema de biscoito foi significativamente menor (p<0,05) em que os outros tratamentos com aquecimento, a porcentagem de inibição foi de 8%. A formação dos IF nos sistemas modelos lácteos adicionados de extrato foram significativamente menores (p<0,05) comparado aos modelos lácteos com aquecimento sem adição de extrato, a porcentagem de inibição foi de 30% para o modelo sem lipídeos e de 27% para o modelo com lipídeos. CONCLUSÃO: A adição do extrato etanólico da erva-mate verde foi efetiva em diminuir a reação de Maillard nos modelos de biscoito e lácteos. INTRODUCTION: the Maillard reaction (MR) occurs in processed foods during heating, processing and storage and in biological systems, where it is called glycation. The MR is initiated by the condensation of amino groups of proteins with the carbonyl group of reducing sugars and has special importance in foods, because they promote sensory changes important to the flavor, aroma, color and texture. In biological systems, this reaction are involved in the progression of several diseases, such as diabetes, cardiovascular complications and neurodegenerative diseases. The Maillard reaction products contribute to increase the endogenous pool of carbonyl compounds. The use of substances or foods that can minimize the formation of these compounds may constitute a strategy to minimize your intake. OBJECTIVES: evaluate the effect of addition of the ethanolic extract of yerba mate in inhibition of the Maillard reaction in model food systems. METHODS: were developed cookies and milk models food systems. The content of Maillard reaction products [Furosine (FUR), hydroxymethylfurfural (HMF), carboxymethyllysine (CML) and fluorescent compounds (IF)] were evaluated. The yerba mate extract was obtained by hot continuous extraction and characterized for the levels of phenolic compounds and saponins by liquid chromatography. The contents of the fluorescent compounds (IF) was measured by spectrophotometric method, HMF and FUR were analyzed by high performance liquid chromatography and the levels of CML by ELISA. RESULTS: The yerba mate extract contained 155g mg -1 of total phenolics, 76g mg -1 of caffeine, 5g mg of ursolic acid and 3g mg -1 of oleanolic acid. The formation of HMF, FUR and IF in cookie systems was not influenced by the addition of the yerba mate extract. The CML content of the cookie model with yerba mate extract was significantly lower (p<0.05) than the other treatments with heating. The IF milk models added extract were significantly lower (p <0.05) than the IF milk models with heating without extract. CONCLUSION: The yerba mate extract reduced the formation of CML in the cookie system and inhibit the Maillard reaction in the intermediate stage in milk systems.
Share - Bookmark