Estudo genômico do nível de infecção por Babesia bovis em bovinos da raça angus

Master thesis English OPEN
Santana, Clarissa Helena [UNESP] (2016)
  • Publisher: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Subject: Angus | Babesia bovis | Rhipicephalus (Boophilus) microplus | Seleção genômica | Genomic selection

A bovinocultura é um setor com importante destaque no agronegócio brasileiro. O carrapato Ripicephalus (Boophilus) microplus é responsável por perdas econômicas significativas aos pecuaristas e é vetor de hemoparasitoses como Anaplasma spp e Babesia spp. Sabe-se que os bovinos Bos taurus taurus são mais susceptíveis à infestação por carrapatos do que Bos taurus indicus. Acredita-se que o mesmo ocorra para a infecção por Babesia bovis. Neste trabalho, foram avaliados, em duas colheitas, 355 bovinos da raça Angus, pertencentes a uma fazenda de Uruguaiana-RS, nos quais foram realizadas contagens de carrapatos e colheitas de amostras de sangue para quantificação de B. bovis, pela técnica de qPCR, e genotipagem com chip de 150.000 marcadores SNP. Para qPCR utilizaram-se sequências iniciadoras que flanqueiam um fragmento do gene do citocromo B (mt-cytB), como oligonucleotídeos iniciadores. Após genotipagem dos bovinos com o chip Gene Seek Genomic Profiler™ (GGP-HD) da Illumina Infinium®, foi realizado imputação de genótipos, para recuperação de genótipos faltantes, e controle de qualidade. Foi realizada análise de associação genômica ampla (GWAS), para cada uma das características, infecção por B. bovis e resistência a carrapatos, através do método denominado “Single Step Genomic BLUP” (ssGBLUP). Todos os animais apresentaram infestação por carrapatos e infecção por B. bovis, determinada pela qPCR, e altos valores médios para ambas as características. Algumas regiões cromossômicas foram identificadas como significativas para as características estudadas, sendo que, sete dos cromossomos identificados no presente estudo já haviam sido descritos em outros trabalhos. Neste sentido, o presente estudo corrobora com outros resultados indicando que a técnica de qPCR é um método sensível de detecção de B. bovis em animais Angus e que as regiões genômicas identificadas como significativas podem ser importantes para a variação das características estudadas. The cattle industry is a sector with importance in the Brazilian agribusiness. The Ripicephalus (Boophilus) microplus is responsible for economic losses and is a vector for hemoparasitoses, such as Anaplasma spp and Babesia spp. It is known that the Bos tauros animals are more susceptible to infestation by ticks when compared with infestation in Bos indicus animals. It is believed that the same behavior keeps for infection by Babesia bovis. They were evaluated, in two collections, 355 Angus cattle, from a farm in Uruguaiana city, estate of Rio Grande do Sul, where were performed tick counts, quantification of B. bovis by qPCR and genotyping with a 150K chip. Were used as primers, in the qPCR, sequences that flanking the fragment of the cytochrome b gene. The technique was standardized and optimized using specimens of isolates of B. bovis. After genotyping, imputation was carried out, for recovery of missing genotypes, and quality control. Genome association analysis was performed (GWAS), to each of the characteristics, through the method called "Single Step Genomic BLUP" (ssGBLUP). All animals showed tick infestation and infection by B. bovis and high average values for both characteristics. Some regions on chromosomes were identified as significant to the characteristics tick infestation and infection by B. bovis, and seven chromosomes, identified in the present study, were already described in other studies. The present study agrees with other results indicating that the qPCR technique is a sensitive method to detecting B. bovis in Angus and genomic regions identified may be significant for the variation of these characteristics.
  • Metrics
    1
    views in OpenAIRE
    0
    views in local repository
    0
    downloads in local repository
Share - Bookmark