Fordlândia e Belterra: as cidades de Henry Ford na Amazônia

Article Portuguese OPEN
Duarte Jr., Antonio Marcos; UERJ & Ibmec/RJ (2015)

Ao final de 1945, a Ford Motor Company apresenta sérios problemas de gestão. Nesse contexto, Henry Ford II precisa decidir o que fazer com Fordlândia e Belterra, as duas problemáticas cidades construídas por seu avô na Amazônia brasileira.O caso foi elaborado para utilização em disciplinas na área de finanças corporativas, abordando temas relacionados a análise econômica e de riscos presentes em projetos de investimento.  Pode ser interessante também em diferentes disciplinas que tratem de temas como cultura organizacional, tomada de decisão, gestão internacional de empresas, operações e liderança. Em um momento de internacionalização de várias empresas brasileiras, o caso ilustra alguns problemas que os gestores brasileiros podem enfrentar quando implantando projetos no exterior. DOI: 10.12660/gvcasosv5n1c1http://dx.doi.org/10.12660/gvcasosv5n1c1
Share - Bookmark