Inventário de sexismo ambivalente: sua adaptação e relação com o gênero

Article Portuguese OPEN
Formiga,Nilton S. ; Golveia,Valdiney V. ; Santos,Maria Neusa dos (2002)
  • Publisher: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
  • Subject: produção de subjetividade | sociedade de controle | risco

O objetivo deste estudo foi adaptar para o Brasil o Inventário de Sexismo Ambivalente (Glick & Fiske, 1996), assim como conhecer em que medida suas pontuações são diferentes em função do gênero. Este instrumento é constituído por 22 itens, respondidos em escala de cinco pontos, tipo Likert e teoricamente avalia dois fatores: sexismo hostil e sexismo benévolo. A amostra foi composta de 200 graduandos do curso de Psicologia de uma universidade privada, de ambos os sexos. A aplicação deste inventário foi coletiva, nas salas de aula, garantido o anonimato das respostas. Os resultados confirmaram a existência dos dois fatores hipotetizados, e indicaram uma correlação do sexismo com o gênero; especificamente, os homens apresentam maior sexismo hostil, enquanto as mulheres pontuaram mais em relação ao sexismo benévolo. Estes resultados são discutidos à luz da literatura sobre os estereótipos de gênero.
Share - Bookmark