Estratégias para otimização da performance de bovinos em pastagens tropicais

Doctoral thesis Portuguese OPEN
Lopes, Sidnei Antônio (2015)
  • Publisher: Universidade Federal de Viçosa
  • Subject: Nutrição animal | Nelore (Bovino) | Proteínas | Avaliação de Alimentos para Animais

Foram elaborados três artigos científicos envolvendo avaliações nutricionais e produtivas de bovinos de corte em pastejo, submetidos a diferentes estratégias de suplementação. No primeiro artigo, objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação com diferentes teores de proteína sobre desempenho nutricional e produtivo de vacas de corte em pastejo durante o pós-parto. Foram utilizadas 36 vacas de corte com idade e peso corporal médio de 5 anos e 490 ± 17,9 kg, respectivamente. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado. Os tratamentos foram: controle = vacas receberam somente mistura mineral ad libitum; suplementados = vacas receberam 1 kg/dia de suplemento contendo 80, 200 ou 320 g de proteína bruta (PB)/kg. Não houve efeito (P ≥ 0,16) da suplementação sobre consumo voluntario. Entre os animais suplementados, o consumo de PB aumentou linearmente (P < 0,02) com teor de PB no suplemento. A suplementação não afetou (P ≥ 0,20) digestibilidade total da matéria orgânica, fibra em detergente neutro corrigida para cinza e proteína (FDNcp) e da PB. Entre os animais suplementados, houve efeito linear positivo (P < 0,01) dos teores de PB nos suplementos sobre a digestibilidade da PB. O fluxo intestinal de compostos nitrogenados microbianos e a eficiência de síntese de proteína microbiana não foram afetados (P ≥ 0,18) pelos tratamentos. O desempenho, produção e composição do leite não foram afetados (P ≥ 0,11) pelos tratamentos. A suplementação não afetou (P ≥ 0,10) as concentrações séricas de ácidos graxos esterificados, ureia e progesterona. Conclui-se que a suplementação de vacas de corte em pastejo durante pós-parto não afeta o consumo e o desempenho produtivo. No segundo artigo, objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes quantidades de suplemento sobre o desempenho nutricional e produtivo, e características comportamentais de bezerros de corte lactentes, e o desempenho produtivo de suas mães em pastagem tropical. Foram utilizados 44 bezerros de corte machos da raça Nelore com idade e peso corporal inicial médio de 120 dias e 145 ± 3,7 kg respectivamente, e suas respectivas mães, com peso corporal médio de 449 ± 6,9 kg. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado. As quantidades de suplemento avaliadas foram as seguintes: 0 = bezerros receberam somente mistura mineral ad libitum; 3, 6 e 9 = bezerros receberam 3, 6 ou 9 g/kg PC de suplemento, contendo 25 g de PB/kg. Foi observado efeito linear positivo para o consumo de MS e MO (P < 0,01). O consumo de FDNcp apresentou comportamento cúbico (P < 0,07). Houve diferença (P < 0,06) na digestibilidade total da FDNcp. No tocante ao desempenho, efeito cúbico foi observado para o desempenho dos bezerros (P < 0,01). Contudo, a suplementação dos bezerros não afetou (P ≥ 0,21) a produção de leite e o desempenho de suas mães. A suplementação diminuiu o tempo de pastejo (P < 0,01), mas não influenciou o tempo de amamentação (P ≥ 0,59) dos bezerros. Recomenda- se o fornecimento de suplemento contendo 25 g PB/kg na quantidade de 6 g/kg PC para bezerros de corte lactentes manejados em pastagem tropical. A suplementação de bezerros de corte lactentes aumenta o consumo de matéria seca, diminui o tempo de pastejo e o consumo de forragem. Contudo, não influencia o tempo de amamentação e o desempenho produtivo de suas mães. No terceiro artigo, objetivou- se avaliar os efeitos da suplementação de bezerros de corte em sistema de creep feeding sobre a produção de leite, PC, ECC de matrizes de corte em pastagem tropical usando uma abordagem meta-analítica. O banco de dados foi obtido a partir de 11 experimentos conduzidos entre 2009 e 2014 no Brasil, totalizando 485 observações. O banco de dados foi composto por 273 vacas Nelore e 212 mestiças (7/8 Nelore × 1/8 holandês). Todos os experimentos foram conduzidos na fase de amamentação dos três aos oito meses de idade durante a fase de transição chuva- secas (fevereiro a junho de cada ano). Os dados foram analisados por meio de meta- análise, utilizando os procedimentos do MIXED, considerando aleatórias as variações entre experimentos. Todas as análises estatísticas foram realizadas utilizando 0,05 para a ocorrência do erro tipo I. A suplementação (P ≥ 0.59) e o sexo (P ≥0 .48) dos bezerros não afetaram a produção de leite das vacas. A produção média de leite foi de 6,71 e 6,83 kg/dia para vacas que tiveram suas crias suplementadas e não suplementadas, respectivamente. Foram observadas diferenças (P < 0.0001) na produção de leite devido ao grupo genético, onde vacas mestiças apresentaram maior produção de leite (7,37 kg/dia) comparada com vacas Nelore (6,17 kg/dia). Não houve efeito da suplementação sobre o PC (P ≥ 0.11) e ECC (P ≥ 0.23) das vacas. Conclui-se que a suplementação de bezerros de corte utilizando creep feeding em pastagem tropical, não afeta a produção de leite, desempenho e a condição corporal de suas mães. It was elaborated three manuscripts relate to nutritional and productive evaluations of beef cattle on grazing, submitted to different supplementation strategies. In the first manuscript the effects of supplementation with different crude protein contents on nutritional and productive performance of grazing beef cows during post-calving were assessed. Thirty-six beef cows, with age and average body weight of 5 years and 490 ± 17.9 kg, respectively, were used. The experimental design was completely randomized. The treatments were: control = cows received only mineral mixture ad libitum; supplemented = cows received 1 kg/d of supplement containing 80, 200, or 320 g crude protein (CP)/ kg. There was no effect (P ≥ 0.16) of supplementation on voluntary intake. A linear effect (P < 0.02) of the CP content in the supplements was observed among supplemented cows, only for the CP intake. Supplementation did not affect (P ≥ 0.20) the total digestibility of organic matter, neutral detergent fiber corrected for ash and protein, and CP. Among supplemented cows, a positive linear effect (P < 0.01) of the CP content in the supplement was observed for the CP digestibility. Intestinal flow of microbial nitrogen compounds and efficiency of microbial synthesis were not affected (P ≥ 0.18) by treatments. Performance, milk yield and composition were not also affected (P ≥ 0.11) by treatments. Supplementation did not affect (P ≥ 0.52) non-esterified fatty acids, urea nitrogen and progesterone serum concentrations. It is concluded that supplementation of grazing beef cows during post-calving does not affect nutritional and productive performance. In the second manuscript, the effects of different amounts of supplement on the productive performance and behavioral characteristics of suckling beef calves, as well as the productive performance of their dams on tropical pastures were assessed. Forty-four male Nellore beef calves with an average age of 120 days and an initial average body weight (BW) of 145 ± 3.7 kg and their respective dams, with an average BW of 449 ± 6.9 kg, were used. The amounts of supplement evaluated were as follows: 0 = calves received only mineral mixture ad libitum; 3, 6, and 9 = calves received 3, 6, or 9 g/kg BW of supplement, respectively, containing 250 g CP/kg. The experimental design was completely randomized. A linear effect (P < 0.01) was observed in the intakes of dry matter and organic matter, and a cubic effect (P < 0.07) was observed for the intake of neutral detergent fiber corrected for ash and protein. There was difference (P < 0.06) in total digestibility only for neutral detergent fiber. A cubic effect (P < 0.01) was observed for the calves‟ performance. However, the calves‟ supplementation did not affect the milk yield and performance (P ≥ 0.21) of their dams. The supplementation decreased grazing time (P < 0.01) but did not influence suckling time (P ≥ 0.59). It is recommended supplying of supplement containing 250 g CP/kg in amount 6 g/kg BW to suckling beef calves managed in tropical pasture. Supplementation of suckling beef calves increases the intake of dry matter, decreases grazing time and forage intake. However, it does not affect the suckling time and productive performance of their dams. In the third manuscript, aim was to evaluate the effects of beef calves‟ supplementation in creep feeding system on milk yield, body weight and body condition score of their dams on tropical pastures using a meta-analytical approach. The database was obtained from 11 experiments conducted between 2009 and 2014 in Brazil, totaling 485 observations. The database was composed by 273 Nellore and 212 crossbred (7/8 Nellore × 1/8 Holstein) cows. All experiments were carried out in the suckling phase (from 3 to 8 months of age of calves) during transition phase between rainy and dry seasons from February to June of each year. The data was analyzed using meta- analysis using the mixed procedures, considering random variations among experiments. All statistical evaluations were performed using 0.05 as the critical level for the occurrence of type I error. Calves‟ supplementation (P ≥ 0.59) and the calf‟ sex (P ≥ 0.48) did not affect milk yield of cows. Average fat corrected milk (FCM) yield was 6.71 and 6.83 kg/d for cows that had their calves supplemented and not supplemented, respectively. Differences were observed (P < 0.0001) for milk yield due to the genetic group where crossbred cows presented greater FCM yield (7.37 kg/d) compared to Nellore cows (6.17 kg/d). There was no effect of the calves‟ supplementation on variation of body weight (P ≥ 0.11) and variation of body condition score (P ≥ 0.23) of the cows. Therefore, we concluded that supplementation of beef calves using creep feeding systems in tropical pastures, does not affect milk yield, performance and body condition of their dams.
Share - Bookmark