Cercas e pontes: o movimento GLBT e o mercado GLS na cidade de São Paulo

Master thesis Portuguese OPEN
Isadora Lins França (2006)
  • Publisher: Universidade de São Paulo
  • Subject: Homosexuals - São Paulo | Homossexuais - São Paulo | Identidade sexual | Market segmentation | Movimentos sociais urbanos | Segmentação de mercado | Sexual identity | Urban social movements | Antropologia Social

A presente dissertação é um estudo sobre o movimento GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros) e as relações desenvolvidas por esse movimento com um mercado segmentado destinado a homossexuais, ou mercado GLS (Gays, Lésbicas e Simpatizantes). O trabalho procura compreender essas relações a partir da pesquisa de campo realizada com foco na Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT). Além disso, há um esforço no sentido de entender as dinâmicas do mercado GLS e do movimento GLBT a partir de meados da década de 1990, especialmente em São Paulo. O enfoque da dissertação recai sobre processos de aproximação e diferenciação entre movimento e mercado, envolvendo também situações de conflito e colaboração entre ambos os atores sociais. Tal abordagem foi elaborada a partir da discussão teórica sobre processos de construção de identidades coletivas presentes na constituição de sujeitos políticos, bem como da perspectiva da antropologia a respeito de processos de consumo. This thesis is a study of the GLBT (Gay, Lesbian, Bisexual and Transgender) movement and its relations with a segmented market that is focused on homosexuals or GLS (Gay, Lesbian and Supporter). This work departing from the conducted field research on the Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT - São Paulo\'s Association for the GLBT Pride Parade) seeks to understand these relations. Besides this, an effort has been made to understand the dynamics of the GLS market and the GLBT movement, specially in São Paulo, since the mid 1990s. The focus of this thesis is grounded on an analysis of processes of rapprochement and differentiation between the movement and the market, involving situations of conflict and collaboration between both social actors. This approach has been elaborated from a theoretical discussion about processes of collective identity formation, present in the constitution of political subjects, as well as from an anthropological perspective on consumption processes.
Share - Bookmark