AS LUTAS OPERÁRIAS NA FRONTEIRA: A CHACINA DOS QUATRO AS (LIVRAMENTO / RS 1950)

Master thesis Portuguese OPEN
Oneider Vargas de Souza (2014)
  • Publisher: Universidade Federal de Santa Maria
  • Subject: Santana do Livramento | Mundo do Trabalho | Operários Comunistas | Chancina dos 4 As | HISTORIA | The Massacre of 4 A&#8223 | s | Communist Workers | World of Work

A presente dissertação de Mestrado procurou trabalhar a atuação histórica da classe operária na fronteira do Rio Grande do Sul, Brasil, com o Uruguai, especificamente, na cidade de Santana de Livramento. Em setembro de 1950, no contexto das eleições para Presidente da República, ocorreu um episódio dramático na cidade de Livramento mais especificamente, no Parque Internacional, limítrofe com Rivera, cidade uruguaia. O Partido Comunista estava na ilegalidade e na clandestinidade e a polícia avisara que não permitiria a atuação de seus militantes mais claramente, a pichação de nomes de candidatos defendidos pelo PCB. Um grupo de comunistas, no entanto, decide fazer pichações na cidade e é reprimido. A forma de repressão se dá com uso de armas de fogo e quatro militantes são mortos. O presente trabalho visou analisar as lutas operárias e comunistas em Livramento, tomando esse episódio ocorrido na cidade, em setembro de 1950, como emblemático da luta social e política no período, O trabalho tratou da relação entre a atividade sindical dos grevistas do frigorifico Armour e a chacina destes operários, já como militantes do PCB, em1950, no Parque Internacional. A política anticomunista do Presidente Eurico Gaspar Dutra (1946-1951) e o seu alinhamento com a Doutrina Truman, defendida pelos Estados Unidos, são vertentes importantes para a explicação da conjuntura vivida pelos comunistas gaúchos no ano de 1950. O episódio da morte dos comunistas ficou conhecido como A chacina dos quatro As, pois os quatro comunistas mortos tinham seus nomes iniciados com a letra A: Ari, Abdias, Aladim e Aristides. The purpose of this master dissertation is to highlight the historical role of the working class on the border of Rio Grande do Sul and Uruguay, specifically in the town of Santana do Livramento. In September 1950, in the context of elections for president, there was a dramatic episode in the town of Livramento - more specifically, at International Park, in the border with Rivera, Uruguayan city. The Communist Party was in illegality and in clandestinity and the police had warned them that they would not allowed actions of its militants - more clearly, they would not allowed to graffiti the candidates' names defended by the PCB. A group of communists, however, has decided to do some graffiti in the city and it is repressed. The form of repression occurs with the use of firearms and four militants were killed. This study aims to analyze the workers' struggle and the communists in Livramento, taking this episode, occurred in the city in September 1950, as emblematic of social and political struggle in the period. This paper focuses on the relationship between the union activities of the strikers from Armour‟s frigorific and the slaughter of these workers, as activists from PCB in 1950, at International Park. The anticommunist policy of President Eurico Gaspar Dutra (1946-1951) and its alignment with the Truman Doctrine, defended by the United States, are important for explaining the circumstances experienced by the gauchos Communists in 1950. The episode of the death of the communists was known as "The Slaughter of the four A's", because the four dead communists had their names started with the letter "A": Ari, Abdias, Aladdin and Aristides.
Share - Bookmark