Engenharia da mente

Doctoral thesis Portuguese OPEN
Bueno, Tânia Cristina D'Agostini (2005)
  • Publisher: Florianópolis, SC
  • Subject: Engenharia de produção | Gestão do conhecimento | Ontologia | Classificação do conhecimento | Metodologia

Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Na era da informação digitalizada, pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento enfrentam uma nova questão: a organização semântica dos dados. A matéria tornou-se importante pelo fato das informações digitalmente disponíveis estarem dispostas, em sua maioria, como dados não-estruturados. Todavia, sabe-se que a estruturação de dados é um problema complexo que poderá ser resolvido através da construção de modelos formais e de linguagens da Ciência da Computação, sobre as quais é preciso observar que essas áreas específicas possuem uma cultura própria e um modo singular de se comunicar. Observando os fatores envolvidos, nesta pesquisa, desenvolveu-se uma metodologia para a compreensão e representação computacional dessa maneira de comunicação, o que permitiu, a cada comunidade ou ambiente de trabalho, a viabilidade de expressar o seu domínio de conhecimento. Denominou-se esta metodologia de Engenharia da Mente, cujo conceito 'Ontológico' tornou-se uma importante 'chave' para a estruturação de dados e para a construção de Sistemas Baseados em Conhecimento. A Engenharia da Mente é definida pela Engenharia do Conhecimento e Engenharia de Ontologias como um processo de sincronização do conhecimento desenvolvido com a finalidade de fixar modelos conceituais em relação ao objetivo e à aplicação do modelo de gestão baseado na Inteligência Artificial (IA), e identificar e sistematizar habilidades intelectuais da equipe de desenvolvimento do sistema, auxiliando-os na percepção do problema com qualidade e criatividade. A Engenharia da Mente identifica a emoção como um aspecto da inteligência humana indispensável na etapa da representação do conhecimento na IA, mais especificamente no desenvolvimento de Sistemas Baseados em Conhecimento (SBC), em ambientes de trabalho cooperativos na Web. Assim, quanto maior a sincronicidade entre o conhecimento do especialista e o engenheiro do conhecimento, maior a efetividade do sistema. Os fundamentos desta metodologia passam pela perspectiva da neurociência - um dos campos mais respeitados e concorridos da ciência na atualidade - compreendendo a estrutura da linguagem e do inconsciente humano, em conjunto com os mecanismos utilizados pela mente, para definir o conhecimento relevante. Este processo engloba o estudo de pessoas, processos e tecnologias, através do compartilhamento do conhecimento, da visualização e da definição de relevância. A sincronização desses fatores tem por objetivo permitir a compreensão do conhecimento, ou expertise, de um determinado domínio na sua totalidade, através de um sistema computacional - mais especificamente uma ferramenta de Engenharia de Ontologia - que atue como um mecanismo de aquisição de conhecimento. Neste estudo, a metodologia da Engenharia da Mente foi aplicada para auxiliar dois processos distintos: a Engenharia do Conhecimento e a Engenharia de Ontologias. Esses processos foram aplicados numa série de sistemas que serão apresentados nos resultados deste trabalho. A Engenharia de Ontologias recebeu um enfoque especial através do desenvolvimento de uma ferramenta: a Suíte de Engenharia do Conhecimento.
Share - Bookmark