Cálculo automático de estruturas: análise estrutural de lajes através do método dos elementos finitos

Master thesis Portuguese OPEN
Geirinhas, Nuno Alexandre Riscado Valente;
(2010)
  • Subject: Cálculo matricial de estruturas | Método dos elementos finitos | Elemento finito de laje | Cálculo automático de estruturas | Modelação numérica | Análise estrutural

O principal objectivo deste trabalho foi o desenvolvimento de um programa de cálculo automático de lajes baseado no método dos elementos finitos. Como introdução ao tema é efectuada uma análise da evolução das estruturas ao longo dos tempos, diferenciando os vários t... View more
  • References (5)

    Anexo 2...................................................................................................................................... 111 A2. Manual do utilizador....................................................................................................... 111 A2.1. Introdução................................................................................................................ 111 A2.2. Introdução de dados através do ficheiro de dados .DAT......................................... 113 A2.3. Ficheiro de resultados .out ...................................................................................... 125 A2.4. Ficheiro de resultados .des ...................................................................................... 128 A2.5. Ficheiro de resultados .esf ....................................................................................... 128 A2.6. Ficheiro de resultados .rec....................................................................................... 130 6.3. Ficheiro de resultados .ten......................................................................................... 130 6.4. Ficheiros para utilizar no programa GID .................................................................... 132 Capítulo 1

    Figura 1.1 - Análise estrutural de uma escada [cypecad.multiplus.com, 2009]........................... 2 Figura 1.2 - Discretização da estrutura de um edifício [arktec.com, 2009]. ................................ 2 Figura 1.3 - Adaptação do MEF ao modelo de um osso [dec.fct.unl.pt, 2009]. ........................... 3 Figura 1.4 - Programação em Fortran. ......................................................................................... 3 Figura 1.5 - Programa de cálculo estrutural [arktec.com, 2009].................................................. 4 Figura 1.6 - Representação dos deslocamentos de uma laje, no módulo gráfico GID................. 5 Figura 1.7 - Representação dos deslocamentos de uma laje fungiforme através do SAP2000 v11................................................................................................................................................. 5 Capítulo 2

    Figura 2.1 - Panteon de Roma [Appleton, 2009]........................................................................... 8 Figura 2.2 - Aqueduto da Pont du Gard em Nimes [Appleton, 2009]........................................... 8 Figura 2.3 - Primeira construção em betão armado [Appleton, 2009]. ....................................... 9 Figura 2.4 - Ponte da Arrábida [Appleton, 2009]. ...................................................................... 10 Figura 2.5 - Análise dinâmica de um edifício [itcsoftware.com, 2009]. ..................................... 12 Figura 2.6 - Estrutura em barra. ................................................................................................. 13 Figura 2.7 - Estrutura treliçada [dec.fct.unl.pt, 2009]. ............................................................... 13 Figura 2.8 - Estrutura composta por pórticos [dem.ist.utl.pt, 2009]. ........................................ 13 Figura 2.9 - Estrutura de placa com um carregamento uniformemente distribuído P.............. 14 Figura 2.10 - Estrutura de uma laje com um carregamento uniformemente distribuído P....... 14 Figura 2.11 - Estrutura em cúpula. ............................................................................................. 15 Figura 2.12 - Maciço de encabeçamento de estacas. ................................................................ 15 Capítulo 3

    Figura 5.1 - Representação da Laje utilizada na validação do programa (dimensões em metros). a) laje encastrada, b) laje apoiada. ............................................................................................. 80 Figura 5.2 - Modelação da Laje utilizada na validação do programa (dimensões em metros).. 81 Figura 5.3 - Comparação dos deslocamentos a meio vão da laje apoiada para uma carga concentrada a meio vão.............................................................................................................. 82 Figura 5.4 - Comparações dos deslocamentos a meio vão da laje apoiada para uma carga uniformemente distribuída......................................................................................................... 83 Figura 5.5 - Comparações dos deslocamentos a meio vão da laje encastrada para uma carga concentrada. ............................................................................................................................... 84 Figura 5.6 - Comparações dos deslocamentos a meio vão da laje encastrada para uma carga uniformemente distribuída......................................................................................................... 85 Figura 5.7 - Deformação da laje encastrada representada no programa GID. .......................... 86 Figura 5.8 - Deformação da laje encastrada representada no programa SAP2000. .................. 86 Anexo 2

    Tabela 4.1 - Coordenadas locais de um elemento quadrilátero. ............................................... 72

  • Metrics
Share - Bookmark