Actions
  • shareshare
  • link
  • cite
  • add
add
auto_awesome_motion View all 6 versions
Publication . Conference object . Part of book or chapter of book . 2020

Reciprocity in the social construction of markets by family farmers in rural settlements in the municipality of Mambaí, Goiás

Aveline, Igor Amaury; Sabourin, Eric;
Open Access
Portuguese
Published: 02 Jun 2020
Publisher: HAL CCSD
Country: France
Abstract

O município de Mambaí, localizado dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Nascentes do Rio Vermelho, no nordeste do estado de Goiás, Brasil, abriga seis assentamentos rurais da reforma agrária, com um total de 313 famílias. Apesar do contexto de pobreza, ausência de apoio do poder público e da tendência à precarização da vida nos assentamentos, vários de seus agricultores familiares têm estruturado diferentes estratégias de comercialização da produção agrícola e extrativista. Do ponto de vista teórico e metodológico, a pesquisa propõe analisar o processo de construção social dos mercados destes atores e caracterizar o papel das relações de reciprocidade na construção e sustentação de cada estratégia comercial identificada. A coleta de dados associou análises bibliográfica e documental, entrevistas semi-estruturadas e abertas e observação participante. Os resultados indicam que cada uma das formas comerciais identificadas é construída mediante diferentes práticas de ajuda mútua, de trocas não monetárias, de repartição de produtos e de compartilhamento de recursos (saberes, excedentes, meios de transporte, equipamentos etc). Estas práticas cumprem vários papéis, em particular para a venda direta, permitindo o diálogo e a partilha de informações, gerando interconhecimento, respeito mútuo, simpatia, confiança e até amizade. A empatia mútua produzida por estas relações gera valores afetivos e éticos entre produtores e clientes e, progressivamente, garante a fidelização da relação de troca mercantil e a reprodução de solidariedades. Concluiu-se que essas relações, práticas e valores contribuem de forma incisiva na sustentação das estratégias de comercialização dos agricultores pesquisados.

Subjects by Vocabulary

ACM Computing Classification System: ComputingMilieux_MISCELLANEOUS

Subjects

[SHS.ANTHRO-SE]Humanities and Social Sciences/Social Anthropology and ethnology, E70 - Commerce, commercialisation et distribution, E50 - Sociologie rurale, E80 - Économie familiale et artisanale, A01 - Agriculture - Considérations générales, E20 - Organisation, administration et gestion des entreprises ou exploitations agricoles, E80 - Economie familiale et artisanale, E51 - Population rurale, agriculture familiale, Zone rurale, Exploitation agricole familiale, accès au marché, Participation sociale, http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_1422957329186, http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_6699, http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_2787, http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_1312459073954, http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_14373, http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_1070

BRASIL. Diário Oficial da União, em 28 de agosto de 2015, Brasília, Imprenta nacional.

ELLIS, Frank. Rural livelihoods and diversity in developing countries. Oxford, UK: Oxford University Press, 2000.

MAYER, Enrique. The articulated peasant: household economies in the Andes. Boulder: Westview Press, 2002.

POLANYI, Karl. A grande transformação: as origens da nossa época. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

SABOURIN, Eric. Camponeses do Brasil: entre a troca mercantil e a reciprocidade. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.

SABOURIN, Eric. Sociedades e organizaçôes camponesas: uma leitura através da reciprocidade. Porto Alegre: Editora UFRGS, 2011.

TEMPLE, Dominique. L'économie humaine. Revue du MAUSS, v. 1, n. 10, p. 103-109, 1997.

TEMPLE, Dominique. Teoría de la reciprocidad. La Paz: PADEP-GTZ, 2003.

TEMPLE, Dominique; CHABAL, Mireille. La réciprocité et la naissance des valeurs humaines. Editions L'Harmattan, 1995.

Download fromView all 3 sources
lock_open
Agritrop
Conference object . 2017
Providers: Agritrop
moresidebar