publication . Master thesis . 2014

Estratégias comunicativas nas PME : o impacto do inglês na comunicação da empresa

Casqueira, Dinis Miguel Ribau;
Open Access Portuguese
  • Published: 01 Jan 2014
  • Publisher: Universidade de Aveiro Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Aveiro
  • Country: Portugal
Abstract
Mestrado em Marketing O tecido empresarial português é formado na sua esmagadora maioria por PME. Neste momento uma percentagem considerável destas organizações pretende internacionalizar-se, contando, neste processo, com a utilizaçao da língua inglesa. Este trabalho tem como propósito avaliar a utilização e a importância do inglês na estratégia de comunicação das PME exportadoras. Através da análise dos conteúdos de comunicação digital de um grupo de PME, aprofundada por um estudo de caso, pretende-se retirar ilações sobre o desenvolvimento e implementação da comunicação dentro e fora da organização, procurando, simultaneamente, observar a contribuição do depar...
Subjects
free text keywords: kMarketing, Pequenas e médias empresas - Portugal, Estratégias de comunicação, Comunicações digitais, Língua inglesa, PME, Estratégia de Comunicação, Comunicação Digital, Comunicação Técnica
Related Organizations

Líquidos/Cap.Próprios)> = 10% d)Rendibilidade do Ativo (Res. Líquidos/Ativo Líquido)> = 3% 2 McCroskey, J., (1966) Oral Communication Apprehension: A Reconceptualization, 5: 136-170. Disponível em: http://www.jamescmccroskey.com/publications/101.pdf, consultado em 13 de Junho de 2014.

McIntosh, P., & Luecke, R. (2008).Interpersonal Communication Skills in the Workplace.United StatesofAmerica, AmericanManagementAssociation. Disponível em: http://www.rctm.com/Products/communications/8883.htm, consultado em 18 de Julho de 2014.

Morris, C. (1938), Foundations of the Theory of Signs, International Encyclopedia of Unified Science, 1(2). Disponível em: http://www.scribd.com/doc/51866596/Morris1938-Foundations-of-Theory-of-Signs, Consultado em 17 de Novembro de 2014.

Natário, M., Couto, J., & Sousa, M. (2011), Innovation Processes of SMEs in Less Favoured Municipalities of Portugal, InvestigacionesRegionales 22, 81-103. Disponível em: http://econpapers.repec.org/article/risinvreg/0021.htm, consultado em 26 de Abril de 2014.

Neeley, T. (2012). Global business speaks english. Harvard BusinessReview90(5), 116- 124. Disponível em: http://hbr.org/2012/05/global-business-speaks-english/ar/1, consultado em 7 de Setembro de 2014.

Newman, J. B. (1960). A rationale for a definition of communication.JournalofCommunication10(3), 115-124. Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1460-2466.1960.tb00530.x/abstract, consultado em 23 de Março de 2014. [OpenAIRE]

Topcer, Indústria de Cerâmica, Lda. (2014). Disponível em: http://www.topcer.com/, consultado em 2 de Outubro de 2014.

Uribe, R, Manzur, E., & Hidalgo, P. (2013). Exemplars' impacts in marketing communication campaigns.JournalofBusinessResearch, 66(10): 1787-1790. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0148296313000131, consultado a 7 de Agosto de 2014.

Varadarajan, P. R. and M. Yadav (2002). Marketing strategy and the internet: An organizing framework.Journal of the Academy of Marketing Science 30(4): 296-312.

Disponível em: http://www.uk.sagepub.com/chaston/Chaston%20Web%20readings%20chapters% 201-12/Chapter%207%20-%2018%20Varadarajan.pdf, consultado a 13 de Junho de 2014.

Varey, R. (2002). Marketing Communication Principles and Practice, New York, Routledge.

Walker, L., J. (1995). The import of illiteracy to marketing communication, Journal of Consumer Marketing, 12(1), 50-62.Disponível em: http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/07363769510080997, consultado a 23 de Junho de 2014.

Wang, A. (2006). When Synergy in Marketing Communication Online Enhances Audience Response: The Effects of Varying Advertising and Product Publicity Messages.JournalofAdvertisingResearch46(2): 160-170. Disponível em: http://www.digitaleconomy.com/onlineadvertising.org/articles/details.php?id=349 8, consultado a 12 de Junho de 2014.

Powered by OpenAIRE Open Research Graph
Any information missing or wrong?Report an Issue