Agências de viagens do futuro : um arquétipo para Portugal

Master thesis Portuguese OPEN
Salvado, Josefina Olívia Marques Godinho;
(2009)
  • Publisher: Universidade de Aveiro
  • Subject: Agências de viagens | Tecnologia da informação | Serviços em linha | Desenvolvimento do turismo | Gestão estratégica

Mestrado em Gestão e Desenvolvimento em Turismo A distribuição turística reconhece nos drivers da economia digital um efeito incentivador da produtividade e da rendibilidade, conduzindo a vantagens competitivas sustentáveis. O grande poder da Internet e a desregulame... View more
  • References (68)
    68 references, page 1 of 7

    1.1. Introdução.......................................................................................................................... 1 1.2. Contexto competitivo das agências de viagens ......................................................... 3 1.3. Intermediários turísticos: agências de viagens.............................................................. 6 1.4. Economia Digital e Competitividade ........................................................................... 20 1.5. Cadeias de Valor e de Oferta das Agências de Viagens......................................... 26 1.6. Conclusão ........................................................................................................................ 43 2.

    SISTEMAS E TECNOLOGIAS NAS AGÊNCIAS VIAGENS ................................................................. 44 2.1. Introdução........................................................................................................................ 44 2.2. Globalização, Liberalização e Desintermediação..................................................... 46 2.3. Sistemas de Reserva (GDS) ............................................................................................ 57 2.4. Sistemas Apoio à Decisão (SAD) ................................................................................... 64 2.5. Tourism Recommender Systems (TRS) ........................................................................... 69 2.6. Conclusão ........................................................................................................................ 80 3.

    ARQUÉTIPO DE AGÊNCIA DE VIAGENS DO FUTURO .................................................................... 81 3.1. Introdução........................................................................................................................ 81 3.2. Arquétipo das agências de viagens do futuro ........................................................... 83 3.3. Conclusão ........................................................................................................................ 89 ANÁLISE DOS DADOS E DISCUSSÃO DE RESULTADOS ................................................................ 126 SÍNTESE E CONCLUSÕES ....................................................................................................... 223 Goeldner, C. e Ritchie, J. (2003). Tourism: Principles, Practices, Philosophies. New Jersey: Jonh Wiley & Sons, Inc., Hoboken.

    Gomez, F. (1989). Estruturas organizativas e informação na empresa. Editorial Domingos Barreira, pp. 22-407.

    Goranson, H. (1997). Human factors and enterprise integration. Workshop 1 Report ICEIMT, 82-87.

    Guimarães, R. e Cabral, J. (1997). Estatística. Lisboa: McGrow Hill.

    Gunn, C. A. (1994). A perspective on the purpose and nature of tourism research methods. In Finn, M., Elliott-White, M., Walton, M. (2000). Tourism & Leisure Research Methods, Data Collection, analysis and interpretation. England: Pearson Education, pp. 5.

    Hayes, B. (1995). Measuring Customer Satisfaction - Development and Use of Questionnaires. ASQC. INEP (2002): Manual de Avaliação Institucional, in Revista Iberoamericana de Educación (ISSN: 1681-5653), acesso www.rieoei.org/expe/1916Freitas.pdf em 18-08-2008

    Hamel, G. e Prahalad, C. K. (1995). Competindo pelo futuro: estratégias inovadoras para obter o controle do seu sector e criar os mercados de amanhã. (trad. Outras Palavras) Rio de Janeiro: Campus.

    Handy, C. (1995). Trust and the virtual organization. Harvard Business Review, Harvard, v. 73, n.3, p. 40-50.

  • Metrics
Share - Bookmark