publication . Conference object . 2015

Uma visão interdisciplinar integrada da Taxonomia de Bloom

Trindade, José Pedro; Bahia, Sara; Mucharreira, Pedro Ribeiro;
Open Access Portuguese
  • Published: 01 Jan 2015
  • Publisher: EDUCA/AFIRSE Portugal
  • Country: Portugal
Abstract
Objetivos: Exemplificar uma aplicação da Taxonomia de Bloom numa atividade interdisciplinar numa escola do ensino privado em Lisboa e avaliar a sua eficácia. Fundamentação: A taxonomia revista de Bloom (Krathwohl, 2002) refere-se a conhecimentos de factos, conceitos, procedimentos e metacognitivos e desenvolve-se a partir da memorização, compreensão e aplicação, até à análise, avaliação e criação. No presente estudo, esta taxonomia procura consubstanciar uma linguagem comum para a clarificação de metas num projeto educativo fundamentado em três eixos: a pedagogia Inaciana, currículo do Mar e a aprendizagem cooperativa. A pedagogia Inaciana tem como base a integr...
Subjects
free text keywords: Taxonomia de Bloom, Projeto educativo, Pedagogia inaciana, Aprendizagem cooperativa, Educação artística
Related Organizations
32 references, page 1 of 3

Alves, J. M. & Sérgio, A. (2011). A retórica dos projetos, as singularidades organizacionais e as lógicas de ação. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 10, 25-48.

Amado, J., Freire, I., Carvalho, E., & André, M. J. (2009). O lugar da afectividade na Relação Pedagógica. Contributos para a Formação de Professores. Sísifo, 8, 75-86.

Bahia, S. & Trindade, J.P. (2013). Arte como desenvolvimento da literacia crítica. Matéria Prima, 1(2). 171-178. [OpenAIRE]

Ball, A. L., & Garton, B. L. (2005). Modeling higher order thinking: The alignment between objetives, classroom discourse, and assessments. Journal of Agricultural Education, 46(2), 58- 69. [OpenAIRE]

Barroso, J. (2005). Políticas Educativas e Organização Escolar. Lisboa: Universidade Aberta.

Bloom, B. & Krathwohl, D. (1956). Taxonomy of educational objetives: The classification of educational goals, by a committee of college and university examiners. Handbook 1: Cognitive domain. New York: Longmans.

Borella, E., Meneghetti, C., Ronconi, L., & De Beni, R. (2014). Spatial abilities across the adult life span. Developmental Psychology, 50(2), 384-392. [OpenAIRE]

Decreto-Lei n.º 152/2013 de 4 de Novembro. Diário da República, 1ª Série, nº 213.

Delors, J. (Coord.) (1997). Educação - Um Tesouro a Descobrir. Porto: Edições Asa.

Dillenbourg P. (1999). What do you mean by collaborative leraning?. In P. Dillenbourg (Ed).

Collaborative-learning: Cognitive and Computational Approaches. (pp.1-19). Oxford: Elsevier.

Eisner, E. (2002). The arts and the creation of mind. New Haven, CT: Yale University Press.

Forehand, M. (2015). Bloom's taxonomy: Original and revised. In M. Orey (Ed.), Emerging perspetives on learning, teaching, and technology. Acedido em 19 de fevereiro de 2015, em http://projects.coe.uga.edu/epltt/.

GRACOS (1994) (Ed.). Pedagogia Inaciana - Uma Abordagem Prática. Braga: Tilgráfica, Sociedade Gráfica.

Jorro, A. (2000). L'enseignant et l'évaluation. Bruxelas: De Boeck Université.

32 references, page 1 of 3
Any information missing or wrong?Report an Issue