desafios, possibilidades e limites da gestão participativa

Master thesis Portuguese OPEN
Almeida, Meire Lourdes Pereira (2017)
  • Subject: Possibilities | Autonomia | Power Relations | Challenges | :Ciências Sociais::Ciências da Educação [Domínio/Área Científica] | Possibilidades | Participatory Management | Autonomy | Gestão Participativa | Limites | Desafios | Relações de Poder | Limits

Análise das relações de poder em uma escola municipal de São Luís-MA, em que se procurou, através dos instrumentos legais e metodológicos, identificar os desafios a que a escola está exposta, suas possibilidades diante desses desafios e os limites que a própria legislação engendra para a execução de uma gestão participativa no âmbito escolar. A pesquisa fundamenta-se em autores que tratam dessas relações de poder, como Foucault, Max Weber e Bourdieu para o desenvolvimento da problemática. Usando-se métodos de cunho qualitativo e quantitativo, procurou-se conhecer a rotina da escola no que tange às relações de poder que permeiam esse ambiente e concluiu-se que nessa escola existem dois tipos de poderes: um poder implícito e outro explícito, que de certa forma, se complementam e contribuem para que o processo educativo se consolide, visto que, na sociedade em que se vive, os indivíduos estão ainda convictos de que sem a presença do poder explícito as instituições não evoluem, sendo este frequente em todos os setores. No que diz respeito aos desafios, limites e às possiblidades da gestão participativa, nessa escola existem limites impostos pela gestão que inviabilizam a participação democrática dos sujeitos escolares e as possibilidades, conforme o estudo de campo feito, existem desde que seja trabalhado a superação dos entraves de cunho administrativo, fato que denota um grande desafio para todos os implicados no contexto, pois o exagero burocrático e hierárquico impede a flexibilidade, criatividade e ação crítica construtiva, componentes fundamentais de uma gestão participativa. Analysis of power relations in a public school in São Luis looking through the legal and methodological tools to identify the challenges that the school is exposed, its possibilities on these challenges and limits that the legislation itself engenders for the implementation of a management participatory in schools. To use either of these authors dealing with power relations as Foucault, Max Weber and Bourdieu to develop the problem. Using methods of quantitative and qualitative nature, we seek to know the routine of the school regarding the power relations that permeate this environment. We conclude that in this school there are two types of powers: an implicit and the other explicit power that somehow complement each other and contribute to the educational process is consolidated in our society since individuals are still convinced that without the presence of the explicit power institutions do not evolve, which is common for all sectors of the same. Regarding the challenges, possibilities and limits of participatory management managed this school there are limits imposed by management that prevent democratic participation of school subjects, the possibilities as field study done around since overcome obstacles of administrative nature are worked a fact which denotes a big challenge for all involved in the context because the bureaucratic and hierarchical exaggeration prevents the flexibility, creativity and action constructive criticism fundamental components of a participatory management.
  • References (12)
    12 references, page 1 of 2

    Brasil. (2014) Plano Nacional de Educação 2014-2024: Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. - Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, DF.

    Brasil (2002) Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais + (PCN+) - Brasília: MEC.

    Brasil (2000) Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino Médio). Brasília: MEC.

    Brasil. (1996). Ministério da Educação e do Desporto. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF.

    Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado.

    Maranhão (2012) Referenciais curriculares do Estado do Maranhão (Ensino Médio). Secretaria de Estado da Educação - SEEDUC-MA.

    São Luís - Maranhão. (2010) Projeto Político Pedagógico - PPP da Unidade de Ensino Coronel Mochel.

    de Educação do CRP 13 - abril 2008 y Conciencia. Madrid: Fundación Infancia y Aprendizaje.(acessado em 13 de março de 2014 às 22:30 horas).

    Pedro, A. P.; Pereira, C. M. A. L. dos S. (2010). Participação escolar: representações dos alunos do 3º ciclo de Aveiro (Portugal). Educ. Pesqui., São Paulo , v. 36, n. 3, Dec. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517- 97022010000300007&lng=en&nrm=iso>. Acessado no dia 13 de novembro de 2014.

    Sousa, J. M. (2000). O olhar etnográfico da escola perante a diversidade cultural. PSI (Revista de Psicologia Social e Institucional), 2 (1), 107-120. v. 02, n. 01, jun/2000. ISSN: 1516-4888.

  • Metrics
    0
    views in OpenAIRE
    25
    views in local repository
    10
    downloads in local repository

    The information is available from the following content providers:

    From Number Of Views Number Of Downloads
    B-Digital 25 10
Share - Bookmark

  • Download from
    B-Digital via B-Digital (Master thesis, 2017)
  • Cite this publication