Burnout em Cuidadores Formais

Master thesis Portuguese OPEN
Silva, Juliana Marisa Fernandes (2016)
  • Publisher: [s.n.]
  • Subject: Cuidadores Formais | Envelhecimento | Síndrome de Burnout | Formal Caregivers | Burnout syndrome | Continuous cares of medium and long term | Cuidados Continuados de Média e Longa Duração | Aging

Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia, ramo de Psicologia Clínica e da Saúde Este estudo é sobre a Síndrome de Burnout e teve como objetivo geral compreender se o Burnout está presente nos cuidadores formais da Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Paiva e quais as variáveis socioprofissionais que poderão exercer influência no seu aparecimento. Pretendeu-se avaliar o Burnout dos cuidadores a três níveis distintos: pessoal, relacionado com o trabalho e relacionado com o utente. Para tal, usou-se um questionário de autopreenchimento designado de Copenhagen Burnout Inventory (CBI). A amostra do estudo é composta por 77 cuidadores formais de duas valências distintas (lar de idosos e hospital). A metodologia usada neste estudo foi a metodologia quantitativa, sendo este um estudo de cariz descritivo e correlacional. Os resultados indicam que a grande maioria dos cuidadores formais inquiridos apresentam baixos níveis de Burnout nas três escalas do CBI. No entanto, verifica-se que 10,39% dos cuidadores apresentam altos níveis de Burnout Pessoal, 12,99% manifestam altos níveis de Burnout relacionado com o trabalho e 3,9% apresentam altos níveis de Burnout relacionado com o utente. Quanto às variáveis socioprofissionais compreendeu-se que a carga horária é um fator preponderante nos níveis de Burnout pessoal e nos níveis de Burnout relacionado com o trabalho. A vontade de abandonar o local de trabalho, bem como a vontade de mudar de profissão também parecem estar significativamente relacionadas com os três níveis de Burnout. Apelando à premissa de que os cuidadores formais se encontram em risco de Burnout e tendo em conta a escassez destes estudos empíricos nesta população, bem como da sua predição através de variáveis socioprofissionais, considera-se que o presente estudo pode contribuir no sentido de conhecer e compreender esta realidade. This study is about Burnout syndrome and had as main goal to understand if Burnout is present in the formal caregivers of Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Paiva and which socio-economic variables could influence its appearance. It was pretended to evaluate Burnout from caregivers in three distinct levels: personal, related to work and related to the health-service users. For that it was applied a self-administered questionnaire named Copenhagen Burnout Inventory (CBI). The study sample comprises 77 formal caregivers from two distinct centres (day care and hospital). The methodology used in this study was the quantitative, being this study majority descriptive and correlational. The results point out that the majority of the formal respondents caregivers show low levels of Burnout in the three scales of CBI. However, it is verified that 10.39% of caregivers present high levels of personal burnout, 12.99% manifest high levels of work related burnout and 3.9% present high levels of patient related burnout. As the socio-economic variables it was understood that the workload is a preponderant factor of the personal Burnout levels and the levels of Burnout related with work. The will to abandon the workplace as the will of changing the profession seem to be significantly related with the three levels of Burnout. Appealing to the premise that formal caregivers are at risk of Burnout and having in account the shortage of these empirical studies in this population, as well as the prediction through the socio-economic levels, it is considered that the present study may contribute to know and understand this reality.
  • References (78)
    78 references, page 1 of 8

    2.2 - Fatores causais da síndrome de Burnout......................................................... 27

    2.3 - Consequências da Síndrome de Burnout ........................................................ 30

    2.4 - Sinais e Sintomas de Burnout ......................................................................... 31

    2.5. Principais Modelos Teóricos da Síndrome de Burnout................................... 33

    2.6. Prevenção e Intervenção................................................................................... 38

    Parte Empírica ................................................................................................................ 42

    2. Apresentação dos Resultados .............................................................................. 49

    3. Discussão dos Resultados.................................................................................... 62

    Referências Bibliográficas .......................................................................................... 73

    Almeida, L. S., & Freire, T. (2008). Metodologia da Investigação em Psicologia e Educação (5ª ed.). Braga: Psiquilibrios

  • Metrics
    1
    views in OpenAIRE
    240
    views in local repository
    153
    downloads in local repository

    The information is available from the following content providers:

    From Number Of Views Number Of Downloads
    B-Digital 240 153
Share - Bookmark

  • Download from
    B-Digital via B-Digital (Master thesis, 2016)
  • Cite this publication