Pesquisa ambiental de agentes de esporotricose em Portugal

Master thesis Portuguese OPEN
Dançante, Ana Mafalda da Silva Grilo Carreteiro (2017)
  • Subject: Complexo Sporothrix | esporotricose | identificação molecular | região ITS | :Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias [Domínio/Área Científica]

A esporotricose é uma das principais micoses subcutâneas reportadas mundialmente. O agente etiológico é um complexo de espécies dimórficas relacionadas conhecido como complexo Sporothrix schenckii. Considerada uma doença rara na Europa, foi recentemente identificado um caso autóctone em Portugal. Este trabalho teve como principal objetivo, desenvolver um ensaio baseado em PCR para detetar e identificar membros do complexo S. schenckii em amostras ambientais, e realizar uma pesquisa ambiental destas espécies em várias regiões de Portugal. O ensaio de PCR foi implementado, o qual amplifica especificamente um fragmento da região Internal Transcribed Spacer (ITS) dos membros do complexo S. schenckii. O ensaio foi otimizado e posteriormente utilizado para avaliar a presença de espécies do complexo em 95 amostras ambientais e em 7 amostras clínicas de gatos suspeitos de terem esporotricose. Os fragmentos de DNA amplificados foram sequenciados, permitindo a diferenciação de espécies do complexo S. schenckii com base nos polimorfismos existentes na região ITS. Não foram isolados quaisquer membros do complexo S. schenckii a partir das amostras analisadas. No entanto, as mesmas amostras analisadas com os ensaios de PCR desenvolvidos, um resultado de amplificação por PCR positivo foi obtido a partir de uma amostra clínica. O fragmento ITS gerado foi sequenciado e a sequência nucleotídica correspondeu à espécie Sporothrix mexicana, um raro agente de infeção. A cuidadora do animal, que sofreu arranhadelas do mesmo, relatou o desenvolvimento posterior de uma lesão na pele, a qual foi diagnosticada como esporotricose. Dada a negatividade das amostras ambientais analisadas, pode-se concluir que o complexo S. schenckii aparenta ter uma expressão rara em Portugal. Contudo, o aparecimento de alguns casos confirmados e suspeitos de esporotricose em felinos em Lisboa, poderá ser indicativo que, à semelhança do que acontece noutras regiões do mundo, os gatos podem ser reservatórios importantes para a propagação destes agentes na comunidade.
Share - Bookmark