Caracterização dos hábitos alimentares e avaliação antropométrica dos estudantes da Universidade de Coimbra

Master thesis Portuguese OPEN
Sousa, Célia Maria Pires Lavaredas de (2013)
  • Subject: Hábitos alimentares | Avaliação da nutrição | Estudantes

Introdução: todo um enquadramento cultural, económico e psico-social torna a população universitária um grupo alvo de estudo e eventual intervenção nutricional, atendendo ao facto de os hábitos alimentares instituídos em idades mais jovens poderem ser os mais duradouros e mais relevantes no futuro. Objectivo: caracterizar os hábitos alimentares dos estudantes da Universidade de Coimbra recorrendo a um questionário de frequência alimentar e fazer a avaliação antropométrica com base no Índice de Massa Corporal. Material e métodos: estudo observacional, descritivo transversal com uma amostragem aleatória de conveniência, entre os alunos que recorreram à consulta de Clínica Geral/Planeamento Familiar nos Serviços Médicos da Universidade de Coimbra. Como método de obtenção de dados de consumo alimentar, utilizou-se o questionário semi-quantitativo de frequência alimentar referente aos 12 meses que antecederam a entrevista. O Índice de Massa Corporal foi calculado, após pesagem e medição dos alunos, dividindo o peso pela altura ao quadrado e foram utilizados os critérios da World Health Organization para avaliação nutricional segundo este parâmetro. A análise estatística foi realizada com recurso ao programa informático IBM SPSS Statistics for Windows, Version 20.0. Resultados: obteve-se uma amostra maioritariamente do sexo feminino (90,1%), com uma idade média de 23,46 anos. A maioria dos elementos faz as refeições em casa (78,6%). A avaliação do estado nutricional com base no IMC revelou uma população globalmente normoponderal (72,7%). Quanto ao padrão de consumo alimentar houve um predomínio no consumo de leite meio gordo, carnes brancas, gorduras como azeite e manteiga, arroz e massa, alguns alimentos processados e refrigerantes. Foi relevante o baixo consumo de frutos, hortaliças e legumes e peixe. Conclusão: o presente estudo evidenciou desvios qualitativos e quantitativos daquilo que é nutricionalmente recomendado. Com diferenças pontuais, os resultados foram similares a outros realizados em grupos semelhantes. Em face dos erros alimentares encontrados, uma vez mais se identifica uma janela de oportunidade para intervenção formativa. Introduction: an entire cultural, economic and psycho-social environment makes student population a target group for study and possible intervention, given the fact that eating habits established at younger ages may be the most long lasting and most important in the future. Objective: to characterize the eating habits of students of the University of Coimbra, using a food frequency questionnaire and make anthropometric measurements based on Body Mass Index. Material and methods: observational, cross-sectional study, with a random sample of convenience between students who resorted to consultation of General Practice / Family Planning in the University Medical Services at the University of Coimbra. As a method of obtaining food consumption data, was used a semi-quantitative food frequency questionnaire related to the 12 months preceding the interview. The Body Mass Index was calculated after weighting and measuring students, dividing weight by height squared and we used the criteria of the World Health Organization to assess nutritional status according to this parameter. Statistical analysis was performed using the computer program SPSS Statistics for Windows, Version 20.0. Results: we obtained a sample mostly female (90.1%), with an average age of 23.46 years. Most elements have meals at home (78.6%). The assessment of nutritional status based on BMI showed a population mostly normal-weight (72.7%). About the food consumption pattern predominated the utilization of semi-skimmed milk, white meat, fats like olive oil and butter, rice and pasta, some processed foods and soft drinks. It was relevant low consumption of fruits, vegetables and legumes and fish. Conclusion: The present study found qualitative and quantitative deviations from what is nutritionally recommended. With slight differences, the results achieved were similar to other made with similar groups. In view of the food errors found, we can identify again a window of opportunity for intervention and formation.
Share - Bookmark

  • Download from
    Estudo Geral via Estudo Geral (Master thesis, 2013)
  • Cite this publication