Actions
  • shareshare
  • link
  • cite
  • add
add
auto_awesome_motion View all 6 versions
Publication . Article . 2019

Um estudo sobre a dimensionalidade das escalas de avaliação da proficiência oral do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros

Ferreira, Laura Márcia Luiza;
Open Access  
Published: 04 Mar 2019
Publisher: FapUNIFESP (SciELO)
Country: Brazil
Abstract
Resumo Por meio das escalas de avaliação do Celpe-Bras, um construto de proficiência oral em língua portuguesa para falantes de outras línguas é operacionalizado e mensurado. Na prova oral, sete itens compõem duas escalas por meio das quais o avaliador-interlocutor e o avaliador-observador atribuem uma nota para cada um dos seis itens, a saber: compreensão, competência interacional, fluência, adequação lexical, adequação gramatical e pronúncia. Com objetivo de analisar a dimensionalidade das escalas, apresento a análise fatorial exploratória do conjunto de notas de 1.000 participantes que se submeteram ao exame na primeira edição de 2016. O coeficiente de determinação R2 foi de 0.9617 e o índice Tucker-Lewis (TLI) foi de 0.896. Os valores de carga fatorial dos itens da escala variaram de 0.65 a 0.94, sugerindo que os itens possam estar explicando o mesmo fator. O resultado da análise aponta que a nota da prova é uma medida unidimensional. A partir dos valores de comunalidade, apenas o item compreensão ficou ligeiramente abaixo 0.5, apontando a necessidade de investigação do item. Os valores de peso para cada um dos itens são, do maior para o menor; para nota do entrevistador, 0.36; adequação lexical, 0.19; fluência, 0.18; adequação gramatical, 0.13; competência interacional, 0.09; pronúncia, 0.06; compreensão, 0.04. Por meio da análise fatorial, apresento uma proposta de composição da nota da prova oral e discuto as implicações da mudança de peso dos itens na nova proposta para a classificação dos participantes por faixas de certificação.
Abstract By using Celp-Bras assessment scales, a construct of verbal proficiency in Portuguese for foreign-language speakers is operationalized and measured. The oral Celpe-Bras‘s score model is organized in seven items distributed in two scales through which the assessors - the interviewer and the observer – rate six each of the following items: comprehension, interactional competence, fluency, lexical adequacy, grammatical adequacy, and pronunciation. In order to analyze the dimensions of the scales, evidences to discuss the oral scale’s dimensionality, I perform the exploratory factorial analysis of a set of scores obtained by 1,000 participants who sat for the exam in its first edition in 2016. R2was 0.9617 and the Tucker Lewis Index (TLI) was 0.896. Only one factor explained the variables because the loading values ranged from 0.65 to 0.94. The measure was found unidimensional. According to the communality values, only comprehension was slightly below 0.5, indicating the need for further investigation. The weight values of each item were, in decreasing order: interviewer’s score 0.36, lexical adequacy 0.19, fluency 0.18, grammatical adequacy 0.13, interactional competence 0.09, pronunciation 0.06, and comprehension 0.04. Based on factorial analyses, I discuss a proposal for the composition of the individual scores in the oral test well as the implications of changing the weight of the items in the new proposal to rank participants on a per certification range basis.
Subjects by Vocabulary

Library of Congress Subject Headings: lcsh:Education (General) lcsh:L7-991

Subjects

Education, Dimensionalidade – Avaliação de língua adicional, Proficiência oral – Validade, Análise fatorial, Dimensionalidade, Avaliação de língua adicional, Proficiência oral, Validade, Dimensionality, Validity, Assessment of an additional language, Oral proficiency, Factorial analysis, Dimensionality, Validity, Assessment of an additional language, Oral proficiency, Factorial analysis

Download fromView all 5 sources
lock_open
Educação e Pesquisa
Article
License: cc-by-nc
Providers: UnpayWall