Produção, Estoque e Retenção Hídrica da Serrapilheira em Encosta Sob Plantio de híbridos de Eucalyptus urophylla e Eucalyptus grandis: Médio Vale do Rio Paraíba do Sul

Article English OPEN
Ana Luiza Coelho Netto ; Aline Riccioni de Melos ; Anderson Mululo Sato (2010)
  • Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Journal: Anuário do Instituto de Geociências (issn: 0101-9759)
  • Subject: Encosta | Eucalyptus | serrapilheira | Physical geography | GB3-5030 | Geography (General) | G1-922

As áreas de Eucalyptus têm se espalhado rapidamente no médio vale do rio Paraíba do Sul e seus efeitos ambientais ainda são ambivalentes e pouco documentados (Vianna et al., 2007). Este trabalho tem o objetivo de avaliar a produção e o estoque de serrapilheira em encostas sob plantio de Eucalyptus e verificar sua capacidade de retenção hídrica, como suporte ao entendimento das respostas hidrológicas as entradas de chuvas. A área de estudo está localizada na bacia do rio Sesmarias, numa área coberta por Eucalyptus grandis x urophyla, com espaçamento 3 x 2 m (1666 árvores.ha-1), plantadas em abril de 2004. A serrapilheira foi coletada em quatro diferentes posições usando quadrados de 0,5m para medição de produção, e quadrados de 0,25m para medição do estoque. As amostras foram secas, pesadas, separadas em frações (folhas, galhos, gramínea e raízes + material fino), as quais também eram pesadas. A produção apresentou aumento com a diminuição das chuvas, e foi maior no divisor (10,2 Mg.ha-1) que na encosta(6,6 Mg.ha-1). O estoque de serrapilheira apresenta uma tendência de aumento, com acúmulo anual de 2,2 Mg.ha-1, e é composto principalmente por folhas. A capacidade de retenção hídrica de 235% aproxima-se dos valores encontrados em Floresta Tropical Chuvosa de Encostas (200% - 259%).
Share - Bookmark