Caracterizando os problemas de saúde e o cuidado domiciliar oferecido às famílias do projeto “Promovendo a vida na Vila Esperança” - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i1.1608 Characterization of health problems and home care offered to the families of the project “Promovendo a vida na Vila Esperança” (Promoting life in Vila Esperança) - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i1.1608

Article English OPEN
Márcia de Oliveira Pereira ; Maria Angélica Pagliarini Waidman ; Cremilde Aparecida Trindade Radovanovic ; Lujácia Felipes ; Izabela Gomes Ferrari ; Sonia Silva Marcon (2004)
  • Publisher: Eduem - Editora da Universidade Estadual de Maringá
  • Journal: Acta Scientiarum: Health Sciences (issn: 1679-9291, eissn: 1807-8648)
  • Related identifiers: doi: 10.4025/actascihealthsci.v26i1.1608
  • Subject: família | cuidado de enfermagem | doença crônica | Medicine (General) | R5-920 | Pharmacy and materia medica | RS1-441

Trata-se de um estudo exploratório-descritivo de natureza quantiqualitativa que teve por objetivo caracterizar os problemas de saúde mais comuns das famílias e descrever a assistência oferecida a essas famílias. Foram analisados 34 prontuários de famílias atendidas no período de março de 2000 a novembro de 2002 no projeto “Promovendo a Vida na Vila Esperança”, na cidade de Maringá, Estado do Paraná, Brasil. O estudo foi desenvolvido em novembro de 2002, sendo que os dados coletados seguiram um roteiro confeccionado pelos pesquisadores. Verificamos que a maioria das famílias atendidas vivem com a média de dois salários-mínimos e são constituídas de três pessoas. Os principais problemas de saúde são os decorrentes de transtornos mentais e hipertensão arterial. O relacionamento familiar é dificultado e os cuidados propostos foram baseados nas necessidades individuais de cada família, seguindo-se os pressupostos teórico-metodológicos de Horta (1979) e Travelbee (1979).<br>This is a quanti-qualitative study which aimed to characterize the main health problems of families and to describe the services offered. 34 records of families assisted from March 2000 to November 2002 by the project Promoting Life in <em>Vila Esperança</em> were analyzed. The study was performed in November 2002 and the collected data followed a script developed by the researchers. We found out that most of the assisted families, of three people each, live with an average of two minimum salaries. The main problems pointed out in this study were those due to mental handicap and arterial hypertension. The family relationship is hindered and the proposed treatment was based on the individual needs of each family. The methodological theoretical support followed was Horta's (1979) and Travelbee's (1979).
Share - Bookmark