Percepção do acidente fatal de trabalho para a família da vítima

Article Portuguese OPEN
Moraes,Ana Beatryce Tedesco ; Moulin,Maria das Graças Barbosa ; Souza,Mariane Lima de ; Pepino,Cláudia Balestreiro (2012)
  • Publisher: Conselho Federal de Psicologia
  • Journal: (issn: 1982-3703)
  • Related identifiers: doi: 10.1590/S1414-98932012000400009
  • Subject: Percepción | Acidentes de trabalho | Percepção | Psychology | Morte | Fatores psicossociais | Accidentes de trabajo | Muerte | BF1-990 | Factores psicosociales

O trabalho humano constitui importante meio de inserção social, implicado na formação de identidade e de reconhecimento social. Em caso de acidente de trabalho fatal, a família sofre os impactos desse fenômeno em sua organização e dinâmica. Esta pesquisa teve por objetivo investigar a percepção do acidente de trabalho fatal para a família de uma vítima no sul do Estado do Espírito Santo, cuja análise se baseou nos seguintes temas: condições de trabalho do acidentado, impactos psicossociais gerados pelo acidente de trabalho e mudanças na dinâmica familiar em função dessa ocorrência. Foram entrevistados três membros da família da vítima e seu empregador. Os dados foram analisados conforme os critérios qualitativos da fenomenologia semiótica. Os resultados apontam um paradoxo na percepção da família da vítima e do empregador sobre o acidente: enquanto sua repercussão para a família se fundamenta na importância social do trabalho, para o empregador, associa-se à defesa da empresa e de sua responsabilidade sobre a morte no trabalho.