Viabilidade do uso de placas de granito como lajes em edificações

Article Portuguese OPEN
Moreiras,Sérgio Trajano Franco ; Paraguassú,Antenor Braga (2012)
  • Publisher: Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC
  • Journal: (issn: 1678-8621, eissn: 1415-8876)
  • Related identifiers: doi: 10.1590/S1678-86212012000400003
  • Subject: Building construction | Granitos | Sistemas não aderentes | Non-adherent system | Granites | Granitos; Revestimento de pisos; Sistemas não aderentes | T | Revestimento de pisos | Technology | TH1-9745 | Floor finishings

Placas de granitos são amplamente empregadas no revestimento de pisos na forma de ladrilhos assentados com argamassa industrializada. Recentemente, tem crescido o interesse no uso de sistemas não aderentes (sem argamassa) com placas de rocha. Porém, na literatura muito pouco foi publicado a respeito. O presente trabalho avaliou as propriedades físico-mecânicas de três granitos com grande aceitação comercial, e determinou as espessuras necessárias para estas das placas serem usadas como lajes de 200 cm de largura por 300 cm de comprimento, apoiadas pelas quatro extremidades em vigas de concreto. As propriedades testadas para o projeto estrutural das placas de granito foram: resistência à compressão, resistência à flexão por três pontos, módulo de elasticidade e coeficiente de Poisson. Foram também determinados o coeficiente de atrito e a resistência à abrasão profunda para a avaliação do desempenho do piso, de acordo com o uso e o ambiente de exposição,. Os resultados indicaram que o charnockito Verde Labrador deve ser usado com espessura de 30 mm, restrita a ambientes internos. O sienogranito e o monzogranito podem ser empregados em ambientes internos e externos. As placas do monzogranito Cinza Castelo devem possuir espessura de 20 mm, e as do sienogranito Vermelho Brasília devem possuir 30 mm de espessura.