Consumo Foliar de Eucalyptus spp. por Acromyrmex disciger (Mayr, 1887) (Hymenoptera: Formicidae)

Article Portuguese OPEN
Morais, Wagner Calixto de Castro; Universidade Federal de Viçosa ; Anjos, Norivaldo dos; Universidade Federal de Viçosa ; Della Lucia, Terezinha Maria Castro; Universidade Federal de Viçosa (2011)
  • Publisher: Entomologistas do Brasil
  • Journal: (issn: 1983-0572)
  • Subject: praga | Eucalipto; formiga-cortadeira; praga | QL1-991 | Eucalipto | Zoology | formiga-cortadeira

O potencial produtivo de plantios florestais é reduzido, dentre outros fatores, pela ocorrência de pragas. No Brasil, as formigas-cortadeiras são os principais insetos daninhos à cultura do eucalipto. Dentre as espécies dessas formigas, Acromyrmex disciger (Mayr) se destaca na região Sudeste do Brasil. Entretanto, poucas são as informações a respeito de seu potencial de dano às plantações de eucalipto. Este trabalho teve por objetivo quantificar o consumo foliar de eucalipto por A. disciger, em condições de laboratório. Para isto, folhas frescas de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, Eucalyptus urophylla ST Blake e do híbrido E. urophylla x E. grandis foram oferecidas, com chance de escolha, à duas colônias de A. disciger, durante 24 horas, num total de oito repetições. O consumo foliar foi determinado pela diferença entre as massas de folhas e de suas sobras, após serem disponibilizadas às formigas. As operárias das duas colônias consumiram, respectivamente, 38,8 ± 3,2 g e 22,0 ± 2,3 g de folhas de eucalipto, por dia. Estes elevados valores podem sugerir estado de alerta para os danos que A. disciger pode causar nos plantios de eucalipto, merecendo, esta formiga-cortadeira, maior atenção. Eucalypt leaf-consumption by Acromyrmex disciger (Mayr) (Hymenoptera: Formicidae) Abstract. The productive potential of forest stands is reduced by pest occurrence among other factors. In Brazil, leaf-cutting ants are the most severe eucalypt pests. Acromyrmex disciger (Mayr) is prevalent in the south east Brazil. However, scarce information about its potential damage for Eucalyptus forests is available. This work deals to quantifying the eucalypt leaf-consumption by such specie of leaf-cutting ant. Fresh leaves were taken from trees of Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, Eucalyptus urophylla ST Blake, and hybrid E. urophylla x E. grandis and served to different colonies of A. disciger, during 24 hours period, over eight different times. Leaf-consumption was calculated throughout fresh weights of leaves, before and after ants foraging. Each colony of A. disciger consumed 38.8 ± 3.2 g e 22.0 ± 2.3 g of eucalypt leaves, per day.
Share - Bookmark