Manejo da gangrena de Fournier: experiência de um hospital universitário de Curitiba

Article Portuguese OPEN
Mehl,Adriano Antonio ; Nogueira Filho,Dorivam Celso ; Mantovani,Lucas Marques ; Grippa,Michele Mamprim ; Berger,Ralf ; Krauss,Denise ; Ribas,Denise (2010)
  • Publisher: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
  • Journal: (issn: 1809-4546)
  • Related identifiers: doi: 10.1590/S0100-69912010000600010
  • Subject: Therapeutics | Hyperbaric oxygenation | Fournier gangrene | RD1-811 | Oxigenação hiperbárica/utilização | Terapêutica | Gangrena de Fournier | Surgery

OBJETIVO: Analisar os resultados obtidos no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital Universitário Cajuru - PUCPR, com o tratamento da gangrena de Fournier. MÉTODOS: Foram revisados os prontuários de 40 pacientes com diagnóstico de Gangrena de Fournier internados no hospital universitário Cajuru de Novembro de 1999 a Abril de 2006, analisando-se as variáveis: sexo, idade, fatores predisponentes, etiologia, localização da lesão, exames laboratoriais, procedimentos cirúrgicos realizados, antibioticoterapia e utilização de câmara hiperbárica. RESULTADOS: A etiologia mais comum foi de origem anorretal. O agente etiológico mais prevalente foi a E. coli. O fator predisponente predominantes foi a diabetes mellitus, A maioria dos pacientes eram do sexo masculino. A localização e extensão da lesão mais freqüente foi a perineal. Todos foram submetidos à desbridamento cirúrgico, 17 à colostomia e dois à cistostomia. Todos os pacientes utilizaram antibiótico, sendo os mais usados: metronidazol e gentamicina. Vinte e seis pacientes submeteram-se à terapia hiperbárica. A mortalidade global foi de 20%. CONCLUSÃO: A Síndrome de Fournier, apesar de todos os avanços terapêuticos atuais, continua apresentando altos índices de mortalidade. O reconhecimento precoce da infecção associado a tratamento agressivo e invasivo são medidas essenciais para se tentar diminuir esses índices prognósticos.