Valor Diagnóstico do Aumento dos Eosinóftlos e Linfocitos no Lavado Bronco-Alveolar em Doentes com Insuficiência Respiratória Aguda e Infiltrados Pulmonares Difusos

Article English OPEN
Kazui Soma ; Nobukazu Takada ; Masaru Kubota ; Masato Katagiri ; Nobuo Yanase ; Tomoyuki Tomita ; Takashj Ohwada (2000)
  • Publisher: Elsevier
  • Journal: Revista Portuguesa de Pneumologia, volume 6, issue 4, pages 350-351 (issn: 0873-2159)
  • Related identifiers: doi: 10.1016/S0873-2159(15)30899-0
  • Subject: Diseases of the respiratory system | Pulmonary and Respiratory Medicine | RC705-779

RESUMO: Os autores analisaram de 1983 a 199 1, a utilidade da contagem diferencial de células no Lavado Bronco-Alveolar (LBA) em doentes com Insuficiência Respiratória Aguda (IRA) e Infiltrados Pulmonares Difusos (IPD), com particular interesse nos que apresentavam níveis elevados de eosinóflos ou de linfocitos no LBA. Foram estudados 118 doentes com insuficiência respiratória para aguda e com PaO2<a 60 mm de Hg ou com índice PaO2/FiO2<250 mm de Hg, que apresenta Infiltrados Pulmonares Difusos (IPD) na radiografia de tórax.A doença pulmonar foi avaliada em bases clinicas, resultados dos exames Bacteriológicos das Secreções Brônquicas recolhidas por Broncofibroscopia, por Biópsia Pulmonar Transbrônquica c eventualmente. outros exames.O aumemo da percentagem dos eosinóflos no LBA foi encontrado em detcnninadas doençs especificas como: Pneumonia Eosinófila e Bronquiolite Obliterante com Pneumoniu. Por outro lado os autores, constataram que outras doenças como a Tuberculose Miliar, a Pneumonia de Hipersensibilidadc e a Pneumonia a Pneumocystis carinii têm uma percentagern muito elevada de linfocitos no LBA. COMENTÁRIO: A identifiçõo das causas da Insuficiência Respiratória Aguda (IRA) acompanhada por Infiltrados Pulmonares Difusos (IPD) é a maior parte das vezes diffícil.O LBA tem sido utilizado como meio de diagnóstico nas mais variadus situaçõoes clínicas.Os autores neste estudo só chegaram a djagnóstico definitivo quando isolaram no LBA o Mycobacterium tuberculosis, a Legionella pneumofila eo Pneumocyslis carinii, sendo os outros diagnósticos de suspeição.Os autores constataram Eosinofilia e Linfocitose no LBA em 2% e 30% dos casas respectivamente. Relacionando estes dados com diagnósticos referidos, verificaram que 50% das eosinofilias constatadas no LBA estavam relacionadas com a Pneumonia eosinófila e como BOOP,que 76% dos casas com linfocitose no LBA estavam relacionados com a Tuberculose Miliar, a Pneumonia de Hipersensibilidade e a Pneumonia a Pneumocystis carinii.
Share - Bookmark