Jogo de xadrez: representando a violência para crianças

Article Portuguese OPEN
Bines, Rosana;
(2011)
  • Publisher: Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea
  • Journal: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea (issn: 2316-4018, eissn: 1518-0158)
  • Subject: PQ1-3999 | French literature - Italian literature - Spanish literature - Portuguese literature | Violência; Infância; Ditadra latino-americana; Literatura

O tema da precariedade da linguagem face à tarefa de narrar eventos de extrema violência é onipresente na literatura que trata das barbáries contemporâneas. A pergunta “em que línguacontar a barbárie?” é ainda mais urgente quando o destinatário da narrativa é a criança.... View more
  • References (8)

    ECO, Umberto. Pós-escrito a O nome da rosa. Trad. de Letizia Zini Antunes e Álvaro Lorencini. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

    HARTMAN, Geoffrey. “Holocausto, testemunho, arte e trauma”, em NESTROVSKI, Arthur e SELIGMANN-SILVA, Márcio. Catástrofe e representação. São Paulo: Escuta, 2000. pp. 207-35.

    PIGLIA, Ricardo. O laboratório do escritor. Trad. de Josely Vianna Baptista. São Paulo: Iluminuras, 1994.

    PONDE, Glória Maria Fialho. “Literatura infantil e realidade”. Literatura Infantil II - Cadernos da PUC-RJ. Rio de Janeiro: PUC-Rio, 1981. pp. 5-13.

    RICHARD, Nelly. “Poéticas da memória e técnicas do esquecimento”, em MIRANDA, Wander Melo (org.). Narrativas da modernidade. Belo Horizonte: Autêntica, 1999. pp. 321-38.

    SKÁRMETA, Antonio. A redação. Trad. de Ana Maria Machado. Ilustrações de Alfonso Ruano. Rio de Janeiro: Record, 2003.

    Recebido em maio de 2007.

    Aprovado em junho de 2007.

  • Metrics
    No metrics available
Share - Bookmark