Tendências da narrativa juvenil contemporânea: o caso de Ana Saldanha

Conference object, Article Galician OPEN
Reis da Silva, Sara (2008)
  • Publisher: Universidade de Santiago de Compostela. Servizo de Publicacións e Intercambio Científico
  • Subject: crítica social | humor | Literatura infantil | Ana Saldanha | Literatura juvenil portuguesa

Sem deixar de dar conta, ainda que sucintamente, de algumas particularidades inerentes à produção literária de destinatário explícito infantil –como os títulos da série “Vamos Viajar” (1995-1997), Ninguém dá prendas ao Pai Natal (1996) e O Pai Natal Preguiçoso e a Rena Rodolfa (2004)–, bem como das obras reunidas na colecção “Era uma Vez… Outra Vez”, na nossa análise em torno da escrita de Ana Saldanha colocaremos especial ênfase nas narrativas juvenis Uma Questão de Cor (1995), Doçura Amarga (1997), Cinco Tempos Quatro Intervalos (1999), Para o Meio da Rua (2000), Como Outro Qualquer (2001) e Pico no Dedo (2004). Trata-se de um conjunto de textos ficcionais construídos a partir de um discurso hábil, fluído e muito vivo e nos quais Ana Saldanha reinventa, com humor e sensibilidade, temáticas e quotidianos plenos de actualidade, não raras vezes tendo como cenário o espaço urbano, recria mundos interiores enovelados, enigmáticos até, e desenha enredos povoados de figuras sólidas, a tocar o verosímil e a testemunhar determinados traços de certos tipos sociais.
Share - Bookmark