Perder e recuperar a alma: tendências recentes na psicologia social da religião norte-americana e européia

Article Portuguese OPEN
Paiva,Geraldo José de (2002)
  • Publisher: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
  • Journal: (issn: 1806-3446, eissn: 1806-3446)
  • Related identifiers: doi: 10.1590/S0102-37722002000200007
  • Subject: mind | psyche | soul | mente | vocabulário psicológico | BF1-990 | psychological vocabulary | psychotherapy | heart | coração | alma | Psychology | psicoterapia | psique

A palavra alma, do vocabulário religioso e psicológico, desapareceu da linha-mestra da psicologia. Com ela desapareceu o conceito de uma instância essencial da realidade humana. Ao contrário das denotações que identificam alma, espírito e mente e contrapõem alma a corpo, parece possível restituir a articulação originária dessas palavras nas fontes hebraicas da Bíblia, nas expressões idiomáticas das línguas ocidentais e no vocabulário psicológico fundador. Não é o uso da palavra alma, mas a recusa de seu desemprego, que torna interessante para o psicoterapeuta a serviço da alma, a atenção para estudos recentes, norte-americanos e europeus, que tentam restituir à alma sua posição estrutural e dinâmica na psique.