A Bibliometria e a Avaliação da Produção Científica: indicadores e ferramentas

Conference object, Article Portuguese OPEN
Lopes, Sílvia ; Costa, Maria Teresa ; Fernández-Llimós, Fernando ; Amante, Maria João ; Lopes, Pedro Faria (2012)
  • Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
  • Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (issn: ad______)
  • Subject: Avaliação da produção científica | Scientific evaluation | Bibliometria; Avaliação da produção científica; Indicadores e ferramentas bibliométricos | Bibliometrics | Bibliometria | Indicadores e ferramentas bibliométricos | Bibliometric indicators and tools

A bibliometria é uma técnica quantitativa e estatística para medir índices de produção e disseminação do conhecimento, bem como acompanhar o desenvolvimento de diversas áreas científicas e os padrões de autoria, publicação e uso dos resultados de investigação. A avaliação da produção científica, importante para o reconhecimento dos investigadores junto da comunidade científica, é feita através da aplicação de diversos indicadores bibliométricos, que se dividem em indicadores de qualidade, importância e impacto científicos. As limitações e controvérsias apontadas por vários autores vêm colocar dúvidas acerca da validade da aplicação dos mesmos. Como resultado das críticas levantadas sobre os principais indicadores bibliométricos, nos últimos anos têm surgido novos indicadores. Assim, numa primeira fase deste estudo, pretende-se caracterizar e comparar os principais indicadores bibliométricos tendo em atenção as suas vantagens e limitações bem como campo de aplicação. Atualmente são várias as bases de dados que utilizam indicadores bibliométricos e disponibilizam resultados de análise bibliométrica, sendo a mais conhecida a Web of Science (WoS) da Thomson Reuteurs. Até recentemente, a WoS foi a principal ferramenta utilizada para a realização de análise de citações. Esta situação, no entanto, já não se verifica, uma vez se existem atualmente outras ferramentas que também fornecem dados com base nas citações. No presente estudo destacamos duas delas: a Scopus da Elsevier e o Google Scholar Metrics (GSM) sendo feita uma análise e comparação ao nível das características, vantagens e desvantagens destas três bases de dados com vista a perceber se são concorrentes ou complementares. The bibliometry is a technique for measuring quantitative and statistical indices of production and dissemination of knowledge, and monitor the development of several scientific areas and patterns of authorship, publication and use of research results. An evaluation of scientific production, important for the recognition of researchers from the scientific community, is made by applying several bibliometric indicators, which are divided into quality indicators, scientific importance and impact. The limitations and controversies mentioned by several authors have put doubts about the validity of their application. As a result of the criticisms raised about the main bibliometric indicators in recent years new indicators have emerged. Thus, at the first stage of this study, we intend to characterize and compare the main bibliometric indicators taking into account their advantages and limitations as well as scope. Currently there are various databases that use bibliometric indicators and provide results of bibliometric analysis, being the most well known the Web of Science (WoS) of Thomson Reuteurs. Until recently, WoS was the main tool used to conduct citation analysis. This situation, however, no longer applies, since there are currently other tools that also provide data based on citations. In this study we emphasize two of them: the Elsevier's Scopus and Google Scholar Metrics (GSM) with an analysis and comparison in terms of the characteristics, advantages and disadvantages of these three databases with the aim of understand whether they are competing or complementary.
Share - Bookmark