O Contexto Digital e as Mudanças Paradigmáticas em Bibliotecas e Arquivos na Área da Saúde

Article Portuguese OPEN
Mota, Francisca Rosaline (2007)
  • Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
  • Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (issn: ad______)

O contexto digital é fato e seus reflexos são perceptíveis nos mais variados segmentos sociais. As tecnologias imprimem um novo modus operandi em todas as áreas do conhecimento, pois, possuem alta penetrabilidade e exigem um preparo cada vez maior na relação com usuários/consumidores de informação. Na área da saúde sabe-se que a produção de informação é gigantesca e, é, premente a existência de um número maior de bibliotecas digitais especializadas bem como de arquivos eletrônicos que permitam o intercâmbio de informações de forma segura, remota e simultânea e, ainda, por um custo acessível. Neste trabalho buscou-se traçar um panorama das mudanças paradigmáticas ocorridas nas bibliotecas e arquivos na área da saúde no Brasil. Para tanto a pesquisa foi dividida em duas partes. Primeiro foi realizado um amplo estudo da literatura e observou-se que: 1) as bibliotecas estão progressivamente migrando seus acervos para o suporte digital; 2) houve um fortalecimento do sistema nacional de informação em saúde; 3) os índices de acesso aos documentos digitais da área de saúde são cada vez maiores. No segundo momento fez-se um estudo qualitativo com entrevistas junto aos profissionais responsáveis pelo arquivo de prontuários médicos de um Centro de Saúde em Belo Horizonte – MG / Brasil que passou por um processo de informatização de todos os procedimentos de atendimento a saúde. Constatou-se que: 1) houve boa aceitação do suporte eletrônico; 2) por medidas de segurança o arquivo de prontuário impresso coexiste com o digital; 3) o processo de armazenagem, busca e recuperação no arquivo de prontuário eletrônico é imediata e o atendimento aos pacientes melhorou. Concluiu-se que no Brasil houve mudanças significativas, mas, muito ainda há que se fazer em termos de infra-estrutura e mão-de-obra especializada para atender a demanda informacional dos profissionais de saúde e, neste novo cenário, o profissional da informação é imprescindível.
Share - Bookmark