A experiência interdisciplinar no centro de estudos musicológicos da biblioteca nacional

Article Portuguese OPEN
Latino, Maria Catarina ; Assunção, Maria Clara ; Sequira, Sílvia (2007)
  • Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
  • Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (issn: ad______)

O Centro de Estudos Musicológicos da Biblioteca Nacional herdou, em 1997, as funções da Área de Música (criada em 1991). Reunir, conservar e difundir o seu vastíssimo acervo e garantir o seu processamento bibliográfico e ainda assegurar serviços, presenciais ou à distância, são funções que têm vindo, ao longo dos anos, a ser cumpridas por uma pequena equipa de funcionários reduzida, actualmente, a duas musicólogas, uma bibliotecária e uma auxiliar. Funcionando como uma biblioteca especializada dentro da própria Biblioteca Nacional, tem sido fundamental a estreita e contínua colaboração entre a bibliotecária e as técnicas com formação específica em música e musicologia. Nesta comunicação narra-se a experiência de cada uma das técnicas, as suas diferentes sensibilidades perante o trabalho de uma biblioteca, as diferentes aprendizagens e a sua influência nos métodos de trabalho desenvolvidos ao longo dos anos. Relata-se, também, o papel insubstituível dos utilizadores, nas suas diferentes especialidades, e a aprendizagem que o contacto directo e diário proporciona, num serviço onde os gabinetes de trabalho são contíguos à sala de leitura e permanecem sempre de porta aberta. Este diálogo interdisciplinar permanente é determinante no trabalho técnico e normativo, em todas as fases da cadeia documental, desde as aquisições ao armazenamento e difusão da informação, passando pelo processamento, tendo especial relevância nas práticas de catalogação, indexação e classificação que têm, necessariamente, especificidades que as distinguem das aplicadas a outras colecções.
Share - Bookmark