Gestão da Qualidade: uma experiência de Implementação da CAF

Article Portuguese OPEN
Freitas, Celeste ; Medeiros, Pedro ; Cabral, Susana ; Rosa, António ; Costa, Isaura ; Costa, Madalena ; Melo, Maria Graça ; Craveiro, Marta (2007)
  • Publisher: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
  • Journal: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (issn: ad______)

No contexto actual do processo de Modernização da Administração Pública e do recentemente aprovado Sistema Integrado da Avaliação de Desempenho da Administração Pública (SIADAP), está previsto a avaliação das organizações, a qual deve ser feita através do recurso à Auto-Avaliação. Através da aplicação da CAF - Common Assessment Framework, um modelo de auto-avaliação criado no âmbito da União Europeia especificamente para a Administração Pública, os organismos promovem a gestão da qualidade através da realização de diagnósticos que têm por referência um conjunto de boas práticas e indicadores que caracterizam o desempenho da sua organização. A CAF é uma ferramenta de auto-avaliação. Comparativamente com a EFQM, e embora derivado deste, é um modelo mais simples e mais fácil de aplicar à Administração Pública. Para além de permitir o desenvolvimento de uma cultura de gestão estratégica e de serviço público orientado para o cidadão, permite também o desenvolvimento de práticas de benchmarking, proporcionando assim a tão importante comparabilidade institucional. A Auto-Avaliação, com base na CAF, permite proceder a um diagnóstico do funcionamento e dos resultados da organização.Pretendemos dar um testemunho do percurso da equipa que, desde o inicio, acreditou no Projecto e que acredita numa Cultura de Qualidade aplicada ao sector público. Para que a implementação da CAF na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada (adiante designada de BPARPD) fosse uma realidade foi necessário um forte empenho da Equipa de Auto-Avaliação que efectuou o diagnóstico de todos os critérios inerentes ao modelo dando cumprimento ao cronograma pré-estabelecido. Mais do que falar do modelo propriamente dito pretende-se partilhar a metodologia utilizada para implementação da CAF, o processo de aprendizagem verificado e os resultados da organização. Ao decidir implementá-la, e tendo em conta a missão e os objectivos da organização, pretendeu-se que o processo fosse uma “preocupação de TODOS” tendo sempre em atenção os pontos fortes e quais os pontos a melhorar.
Share - Bookmark