search
Include:
83 Research products, page 1 of 9

  • Publications
  • 2018-2022
  • Article
  • Das Amazônias

10
arrow_drop_down
Relevance
arrow_drop_down
  • Open Access
    Authors: 
    Ana Paula Oliveira do Nascimento;
    Publisher: Even3

    Neste trabalho,busco tratar sobre a constituição da classe médica no decorrer do século XIX no Brasil e nas Amazônias e seus confrontos contra os praticantes das artes de curar na assistência e no tratamento das enfermidades por estes segmentos a população. Também pretendo fazer diálogo com as transformações de concepção institucional sofridas pela classe médica na prática do ofício de cura e seus embates às artes de curar, e também o uso da imprensa como agente representativo e repressor dos terapeutas populares e suas práticas e seu caráter ambíguo a estes segmentos sociais juntamente com os governos locais. Como base na discussão desta temática, utilizam-se os artigos de Aldrin Moura Figueiredo, Luiz Otávio Ferreira, Gabriela dos Reis Sampaio para fundamentação da abordagem aqui desenvolvida. Busco,neste trabalho, compreender e dialogar como esses modos e práticas de cura, presentes nas populações das Amazônias e nas demais regiões do país, resistiram aos processos de restrição, proibições por governos autoritários e órgãos reguladores, e como as artes de curar continuam a desempenhar seu papel principal –curar doenças e resistir aos processos de modernização e autoritarismo por parte do poder público e da ciência.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Jardel Silva França; Lucas Nascimento Assef de Carvalho;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    Este texto tem por objetivo compartilhar as experiências vividas durante os anos de 2019 e 2020 como membros da equipe editorial da Revista discente dos Cursos de História da Universidade Federal do Acre, denominada Das Amazônias. Propomos o presente texto tomando como referenciais Albuquerque (2019; 2020), Meinert; Fonseca (2006) a fim de pensarmos sobre o papel dos alunos na construção do presente periódico (não apenas sob a ótica da autoria, mas também a partir da perspectiva editorial) e do modo operatório da plataforma Open Journal Systems, além de valorizar e divulgar as produções científicas dos discentes das licenciaturas e bacharelado, do Campus Floresta e sede. Logo, a metodologia de trabalho parte de nossas observações enquanto equipe editorial da revista dos discentes da área de História da Ufac e o texto se organiza em uma breve introdução, dialogando sobre as características da revista, abordando depois a equipe de trabalho e seu funcionamento. Por fim, trazemos as edições produzidas nos anos em comento.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Adicleia Nascimento Souza;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    O presente artigo tem por objetivo apresentar pesquisas/análises sobre saúde pública e outras artes de curar nas Amazônias, no período que vai de 1904 a 1930. O recorte cronológico é importante porque abarca dois momentos do Território Federal do Acre, tanto a fase administrativa descentralizada, como a centralizada. Assim, as pesquisas e análises tiveram por objetivo perceber de que forma se dava o atendimento médico à população e como ocorriam os recursos a outras artes de curar. Jornais e Relatórios Oficiais de prefeituras departamentais e do governo do Território Federal do Acre, foram utilizados como fontes históricas. A perspectiva foi compreender como o Estado reagiu a práticas de cura desenvolvidas por atores sociais que não tinham formação em medicina ou outra área da saúde. Da mesmaforma, buscou-se enfatizar como os habitantes dessas regiões, mediante a débil oferta de saúde pública, recorriam à medicina popular como forma de solução às doenças que ali se proliferavam. Além dos relatórios e jornais, também se desenvolveram diálogos com importantes referenciais bibliográficos que tratam sobre a temática. Foi a partir de diálogos com fontes e bibliografias, que se pôde perceber de que forma a saúde pública era pensada e executada nas Amazônias, destacando esses espaços como um importante campo de atuação da medicina tropical e das políticas de saneamento, em acordo com as teorias e práticas que gozavam de prestígio junto à comunidade científica do período.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Jardel Silva França;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    O ano de 2020 representou um grande desafio para os editores da Revista Das Amazônias (DAM), considerando o contexto social, político e econômico que o mundo vivencia em decorrência da pandemia causada pelo COVID-19. Essa crise sanitária e política também presentes no Brasil nos obrigou a reconfigurar todas as nossas relações sociais. Assim tivemos de nos adaptar as limitações impostas por essas circunstâncias, dessa feita a DAM propôs três projetos de extensão, nos quais tínhamos como objetivos estimular e divulgar a produção cientifica do discentes dos cursos de história. Isso nos possibilitou diversificamos nossa atuação, partindo para os espaços de redes sociais com a realização de LIVES e publicização dos nossos textos.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Nedy Bianca Medeiros de Albuquerque;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    O caminho da Revista Discente DAS AMAZÔNIAS se iniciou em dezembro de 2018 por ideia e esforços de um grupo de cursistas da licenciatura e do bacharelado em História do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Acre, sob a tutela dos coordenadores de curso e do chefe de Centro, visando estimular a publicação da produção acadêmica em nossa área. O empenho desses pioneiros, a quem externamos nossa gratidão, nos lançou ao anseio e compromisso de contribuir com nosso periódico para a melhoria na construção de experiências formativas dos historiadores e professores de história.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Andrisson Ferreira da Silva;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    Iniciamos esta edição com sinceras condolências em respeito a todos os brasileiros e brasileiras que partiram devido à crise sanitária ocasionada pelo novo coronavírus, mas sobretudo pesarosos do contexto ideológico em que o Brasil está inserido. A Revista Discente das Amazônias se irmana no sentimento de tristeza de cada ente querido que sente a dor da saudade, palavra encontrada apenas no português do Brasil (e que faz muito sentido face a falta do avô, da mãe, do irmão, do pai, da tia, do primo, do próximo ou do distante), na ausência da vida. Externamos nossa solidariedade aos que permanecem e lastimamos por aquelas pessoas que se tornaram montante numérico superior a 470.000 mil mortos, vítimas de um genocídio resultante da ignorância, do negacionismo e da pseudociência.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Caroline do Nascimento Avelino;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    Este presente artigo tem como objetivo apresentar as influências que as músicas de protesto tiveram na época da ditadura no Brasil (1964/1983). A ditadura ficou conhecida como um período de medo e terror, em que diversas manifestações eram caladas pelo regime, diante disso, vê-se necessário conhecer a importância que as músicas de protesto, que eram uma forma de gritar em meio ao silêncio, tiveram nesse período. Tal trabalho é resultado de um estudo aprofundado em diferentes fontes bibliográficas e mostra como a censura atuava no meio artístico, as táticas utilizadas para despistá-la e as consequências das músicas de protesto em meio à ditadura.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Loren Tessy Andrade;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    O trabalho tratará do gênero musical chamado de rap, atuante no território brasileiro, mas não procedente deste, com raízes em diversas culturas e países. Falará também um pouco sobre as influências desse ritmo musical, como deu sua formação, suas influências, e o surgimento do rap no brasil, com a denominada “velha escola” atualmente e a “nova escola”; propondo identificar do que trata cada escola, suas singularidades e exemplos.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Laura Andressa Carvalho Madeira; Syndley Jorrany Conceição de Oliveira;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    O propósito do artigo é relembrar a resistência feminina durante a ditadura civil militar no período de 1964 a 1985, buscando agregar todo contexto para os dias atuais, onde ainda existe a luta por igualdade e quebra de estereótipos impostos á décadas. A luta das mulheres foi um marco histórico no golpe de 64 tendo suma importância no desenrolar da militância, o qual seria responsável por descentralizar um sistema opressor e ditatorial. O movimento feminino vem se fortalecendo e a memória de um conflito nas ruas e um combate composto por gritos de manifestações tem de ser rememorada com o intuito de que as lutas possam sempre ser por resistência feminina.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Deusilvania Gadelha Martins; Karina Oliveira da Silva; Ana Maria Pimentel Gomes; Ageu Moreira da Silva Neto;
    Publisher: Universidade Federal do Acre

    O referido artigo busca expor os conflitos entre os poderes Executivo e Legislativo durante o período da ditadura civil-militar no Brasil (1964 –1985), além de abordar sobre o funcionamento do Parlamento através da coluna ―O espírito da coisa‖, do jornalO Rio Branco, no qual exterioriza de forma concisa o olhar do escritor acriano Antônio Alves (Toinho Alves) sobre o exercício do Congresso Nacional no ano de 1983, antepenúltimo ano antes do fim da ditadura. Aborda ainda as narrativas das contradições, sob a perspectiva teórica do filosofo Michel Foucault, onde a história das ideias tem na contradição a certeza da coerência.

Send a message
How can we help?
We usually respond in a few hours.