Advanced search in
Research products
arrow_drop_down
Searching FieldsTerms
Any field
arrow_drop_down
includes
arrow_drop_down
Include:
2,020 Research products, page 1 of 202

  • Publications
  • Research data
  • 2018-2022
  • Open Access
  • Conference object
  • PT
  • Portuguese

10
arrow_drop_down
Date (most recent)
arrow_drop_down
  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    João Rodrigo Coelho;
    Country: Portugal
  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Durante, Letícia Maia;
    Publisher: UA Editora
    Country: Portugal

    Esta investigação artística insere-se no meu projeto de doutoramento que está a decorrer. A integração corpo-mente e a valorização do corpo como agente do processo criativo na performance musical tem sido uma discussão muito presente nos últimos vinte anos. O autor Fernando Iazzeta (1997) aponta que o desenvolvimento dos meios de gravação e reprodução no final do século XX produziu um desvanecimento da dimensão gestual em música, pois o som gravado passou a ter mais destaque em relação as performances ao vivo. Fundamentado nisso, verifica-se no contexto da música de concerto instrumental uma tendência para a anulação do corpo na performance onde o ou a instrumentista adotam posturas rígidas e estáticas na tentativa de não comprometer a qualidade sonora, vestem-se uniformemente de negro e permanecem concentrados em uma folha de papel sob a estante, enquanto o público permanece sentado a ouvir igualmente sem demonstrar suas emoções (Small, 1998). Desta forma o corpo do próprio ou da própria performer é visto como um mero reprodutor do discurso sonoro, não como agente criador. Ao compreender a performance musical como uma experiência complexa que integra não somente a audição, mas também outros sentidos e com o intuito de reconectar com o poder criativo do corpo através da intersecção com a dança, foi criada uma performance da composição inédita “Le corps qui habite en moi” (2022) do compositor Yugo Sano Mani em que os gestos musicais são exteriorizados criando uma coreografia para esta composição. Serão também explorados neste contexto elementos visuais inspirados na técnica de pintura oriental “Sumi-ê” para auxiliar na construção da narrativa performativa. Desta forma espera-se conseguir afetar o público na mesma proporção em que a performer se conseguir conectar deste mesmo modo na sua performance. published

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Afonso, Gustavo;
    Publisher: UA Editora
    Country: Portugal

    Compositor e pianista natural do Porto, Victor Macedo Pinto (1917-1964) deixou uma obra musical ampla e variada, que engloba repertório para piano, música de câmara vocal e instrumental, obras para orquestra, música coral e música de cena (Carneiro 1968). A diversidade da obra de Macedo Pinto, com destaque para o repertório pianístico, e a contrastante escassez de registos relativos ao compositor em publicações sobre música portuguesa (Carneiro 1968; Cid 2010; Harper 2013; Lessa s.d.) conduziram às seguintes questões de investigação: 1) qual a relação entre o percurso musical de Macedo Pinto e o contexto social e cultural da época em que viveu?; 2) que questões estilísticas e performativas estão patentes na sua obra para piano, e de que forma podem ser abordadas no âmbito da pesquisa artística? Tendo como mote a temática da homenagem, e centrando-se nas obras para piano Elegia a Luís Costa (1962) e Três Homenagens (1950-1962), esta proposta de recital-conferência apresenta os seguintes objetivos: 1) localizar as obras no repertório português para piano do século XX, ligando-as ao contexto histórico da época em que foram compostas; 2) identificar e discutir questões performativas e de linguagem presentes nas obras, estabelecendo eventuais ligações a outros compositores e pianistas seus contemporâneos; 3) contribuir para a valorização e disseminação do repertório para piano de Macedo Pinto. Este trabalho partirá de um enquadramento do referido repertório no âmbito da música portuguesa para piano do século XX. Proceder-se-á ao levantamento das audições históricas e recentes das obras, que incluirá a identificação do contexto em que foram apresentadas e respetivos intérpretes. A partir das edições críticas das obras, elaboradas com base nas fontes recolhidas no espólio do compositor e em acervos particulares, haverá lugar à apresentação integral das mesmas e à análise de excertos específicos, com vista ao reconhecimento de marcas estilísticas e performativas associadas à escrita de Macedo Pinto, bem como da sua possível ligação à música de outros compositores. A realização da Homenagem ao Fado em Tom Menor, que integra a segunda obra acima referida, contará com a participação da soprano Beatriz Maia na declamação do poema de António Lousada. Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança/Fundação para a Ciência e Tecnologia published

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Laura Neiva;
    Publisher: Universidade do Minho. Departamento de Sociologia
    Country: Portugal
    Project: FCT | 2020.04764.BD (2020.04764.BD)

    As tecnologias de Big Data são descritas como objetivas e com capacidades de eficácia quase absoluta na previsão de crimes e na identificação criminal. A sua expansão é promovida por discursos tecno-otimistas que refletem as sucessivas esperanças depositadas nas tecnologias para combater o crime. Tomando como inspiração os estudos sociais da ciência e tecnologia e por via da análise de discursos políticos, legislação e literatura científica no campo das TIC, exploro as representações sociotécnicas de Big Data. Em particular, demonstro como esta tecnologia tem sido enquadrada por imaginários que lhe atribuem uma “identidade tecnológica” de inovação e eficácia, obliterando os contextos sociais e históricos em que as tecnologias se aplicam. Considerando a performatividade de pendor futurístico das expectativas que rodeiam o Big Data no campo criminal, argumento a necessidade de abrir a “caixa negra” desta tecnologia e o mito da objetividade que lhe está associado. O tecno-otimismo futurístico em torno das potencialidades de Big Data dificulta o debate em torno das práticas de criminalização historicamente associadas ao desenvolvimento tecnológico aplicado ao campo policial e de justiça criminal, designadamente: (i) o potencial para a discriminação e racismo; e (ii) a ampliação da vigilância de comunidades vulneráveis.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Neves, Fausto;
    Publisher: Sociedade Portuguesa de Investigação em Música (SPIM)
    Country: Portugal

    Na tumultuosa Paris dos anos 30 Lopes-Graça contactou o Expressionismo alemão através da Compagnie des Ballets Internationaux, influenciada por Kurt Jooss e pelo seu Tanztheater, e para quem escreveu a revista-bailado La Fièvre du Temps. Em entrevista (1974) a Mário Vieira de Carvalho o compositor, sempre esquivo a filiações estéticas, acabou por admitir um “expressionismo dramático de linguagem mais ou menos atonal” como “uma consequência evolutiva de premissas técnicas e estéticas de certas obras de fim da década de 20, princípios da de 30 (…)”. A obra Cinco Nocturnos para Piano emparelha em profundidade e densidade composicionais, assim como em linguagem e coloração emocional, com Canto de Amor e de Morte e com Catorze Anotações. O Expressionismo pode enformá-las ideológica e tecnicamente na sua mensagem musical, quer pelo seu carregado teor comunicativo perturbador, quer pelas técnicas usadas – aforismo e depuração de meios em prol da eficácia da intensidade comunicacional; aproximação ao atonalismo, descolorindo a sofrida imagem musical, retirando lógica gravitacional sonora. Podemos ainda questionar se as técnicas expressionistas, usadas pelo compositor nabantino nos Nocturnos, tentam dar forma ao clássico desesperado e eloquente oráculo expressionista, ou a um individual e lancinante pedido de ajuda de quem se encontra em desespero, rompendo a postura estoica que Lopes-Graça sempre cultivou. Nesta proposta de comunicação-performance pretendo: a) dar a conhecer o enquadramento biográfico, pianístico e ideológico de Cinco Nocturnos para Piano; b) proceder a uma súmula analítica dos materiais e da técnica usados pelo autor, confrontando-a com os princípios ideológicos e metodológicos do Expressionismo e com o resultado musical final; c) executar integralmente a obra ao piano. Not Published

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Júlio Henrique Germano de Souza; Leonardo Kipper Alves; Marina Meca Ferreira de Castro;
    Publisher: SBEF
    Country: Portugal

    Objetivou-se com este estudo caracterizar o material combustível superficial, a partir da sua quantificação e classificação de perigosidade em duas estações do ano e em quatro povoamentos florestais (Pinhal manso, Castinçal, Sobreiral e Carvalhal) no nordeste de Portugal. O material combustível foi classificado em perigosos (1cm) e verdes, a umidade foi avaliada com secagem em estufa. O povoamento de Castanheiro é o que possui a maior quantidade de material combustível (30,547; 16,40 ton/ha). O pinhal apresenta o maior risco, devido a elevada quantidade de material combustível atrelada a baixa umidade no período crítico (verão). info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Afonso, Gustavo;
    Publisher: UA Editora
    Country: Portugal

    A emulação no contexto das artes e da arquitetura teve particular relevância na Europa entre o final da Idade Média e o século XVIII. Esta abordagem integrava o processo de formação dos artistas, atuando como ferramenta pedagógica no trajeto entre a imitação e a invenção. A obra The Finding of Moses (c. 1730), do italiano Giambattista Tiepolo (1696-1770), e o Forum Augusti (42 a.C.-2 a.C.), construído pelo imperador Augusto (63 a.C.-14 d.C.), sobrinho-neto de Júlio César, são dois exemplos deste tipo de manifestação na pintura e na arquitetura, conjugando o espírito competitivo com o sentido de homenagem aos antecessores (Mayernik 2016). No domínio da música erudita ocidental, realça-se a realização de homenagens a compositores e intérpretes, com grande expressão na tradição francesa, como evidenciam a obra para piano Le Tombeau de Couperin (1914-1917), de Maurice Ravel (1875-1937), e a antologia Tombeau de Claude Debussy (1920), encomendada por Henry Prunières (1886-1942) em memória do compositor francês e que integra dez peças de compositores de diferentes nacionalidades. Mas o que significa uma homenagem em música? Será uma forma de construir sobre a obra de um antecessor, ou tratar-se-á de uma reflexão sobre a sua própria relação com essa obra? E poderá a performance musical constituir em si uma homenagem? Centrando-se nas obras para piano Elegia a Luís Costa (1962) e Três Homenagens (1950-1962), do compositor portuense Victor Macedo Pinto (1917-1964), esta proposta visa discutir as questões acima elencadas, apresentando os seguintes objetivos: 1) compreender os conceitos de emulação e de homenagem, à luz de práticas correntes nas artes, na arquitetura e na música; 2) refletir sobre as implicações da realização de uma homenagem em música, no contexto performativo e numa lógica de pesquisa artística; 3) promover a valorização e disseminação da obra para piano de Victor Macedo Pinto. Este trabalho partirá de um levantamento de exemplos da presença da homenagem em domínios diversos, analisando a sua importância na criação de novos produtos artísticos. No contexto específico da música, a discussão envolverá a apresentação integral das duas obras de Macedo Pinto, compositor parcamente referido em publicações sobre música portuguesa (Carneiro 1968; Cid 2010; Harper 2013; Lessa s.d.). A Homenagem a Claude Debussy (1950) será colocada em diálogo com uma obra do compositor Manuel de Falla (1876-1946) alusiva à mesma temática e a Homenagem ao Fado em Tom Menor (1961) contará com a soprano Beatriz Maia na declamação do poema de António Lousada. O desafio consistirá na exploração das componentes musical e textual das peças, articulando-as com os conteúdos de natureza musicológica a elas associados e utilizando a música de Macedo Pinto como fio condutor da performance. Espera-se, com esta proposta, contribuir para a divulgação da obra para piano deste compositor português do século XX, cruzando-a com outras linguagens e refletindo sobre a visão da performance como homenagem. Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança/Fundação para a Ciência e Tecnologia published

  • Publication . Article . Conference object . Other literature type . 2022
    Open Access Portuguese
    Authors: 
    Francisco Marques; Bruno Sá; Sandro Pinto;
    Country: Portugal

    Atualmente, a segurança é um dos requisitos mais importantes na computação moderna. Com o aparecimento de plataformas heterogéneas compostas por várias unidades de processamento, é necessário desenvolver mecanismos de proteção que garantam um elevado grau de isolamento e segurança do sistema. Uma área proeminente que visa melhorar a segurança de uma plataforma, é o isolamento espacial da memória. É neste contexto que este trabalho apresenta o desenvolvimento de um dispositivo de proteção de memória baseado na mais recente especificação v0.1 do Input Output Physical Memory Protection (IOPMP) de RISC-V num System on Chip (SoC) CVA6. Este dispositivo tem como objetivo principal a regulação e protecção de acessos a memória efetuados pelos vários bus masters que estão ligados ao barramento principal (ex. dispositivos DMA) que podem existir numa plataforma para além do Central Processing Unit (CPU). Este projeto foi suportado pela FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do projeto UIDB/00319/2020.

  • Publication . Conference object . Other literature type . 2022
    Open Access Portuguese
    Authors: 
    Marques, Carla; Rodrigues, Eloy;
    Country: Portugal

    [Excerto] A UMinho Editora é uma editora académica, que completou em 17 de fevereiro de 2022 três anos de atividade. Conta já com 37 livros publicados, em que 35 se encontram disponíveis em acesso aberto na plataforma de gestão editorial e publicação Open Mongraph Press (PKP). Os livros são publicados também na Google Play Livros, Amazon (em regime de print-on-demand) e os que são impressos, vendidos na loja física e online da Universidade. Em 2021, com o objetivo de divulgar e internacionalizar a Editora e torná-la mais apelativa a submissões de novos autores, foi iniciada a pesquisa e envio da Editora a bases de dados internacionais, para que os livros publicados fossem aprovados e indexados nessas mesmas bases de dados. Iniciámos a submissão pelo Directory of Open Access Books (DOAB) e pela Web of Science. O DOAB aceita editoras que publiquem livros científicos, revistos por pares externos, sob licenças de acesso aberto como por exemplo as Creative Commons. No processo de submissão é necessário identificar o local onde se encontra definida a política de revisão por pares, as licenças utilizadas e as instruções aos autores no website da editora. [...] Poster apresentado na "13.ª Conferência Lusófona de Ciência Aberta", realizada de 06 a 08 de outubro de 2020, Maputo, Moçambique e em formato virtual.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Bastos, Glória; Carvalho, Madalena;
    Publisher: Zenodo
    Country: Portugal

    Poster apresentado na 13ª Conferência Lusófona de Ciência Aberta. O estudo pretende contribuir para determinar de que forma a situação decorrente da pandemia de Covid 19, especialmente considerando o ensino remoto emergencial, se refletiu no interesse pela utilização de recursos educacionais abertos (REA). Tendo em atenção que no contexto português, a Universidade Aberta (UAb) é única instituição de ensino que organiza de forma sistemática REA numa comunidade específica do seu repositório institucional, é efetuada uma análise comparativa dos dados de utilização do Repositório, expressos em números e locais de utilização dos conteúdos da comunidade REA, nos períodos antes e durante a situação pandémica, de modo a percecionar a existência de padrões de utilização. Partindo da premissa de que os repositórios institucionais contribuem para a internacionalização do conhecimento e o acesso aberto permite ampliar o papel social das universidades, o estudo reflete ainda sobre a contribuição dos REA para a globalização da ciência e da sua mediação pedagógica, percebida pelas estatísticas de utilização das coleções de REA disponibilizadas pela UAb. A análise dos dados revela a importância do Repositório para aumentar a visibilidade das coleções e o potencial impacto junto da comunidade científica e educacional, nacional e internacional info:eu-repo/semantics/acceptedVersion

Advanced search in
Research products
arrow_drop_down
Searching FieldsTerms
Any field
arrow_drop_down
includes
arrow_drop_down
Include:
2,020 Research products, page 1 of 202
  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    João Rodrigo Coelho;
    Country: Portugal
  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Durante, Letícia Maia;
    Publisher: UA Editora
    Country: Portugal

    Esta investigação artística insere-se no meu projeto de doutoramento que está a decorrer. A integração corpo-mente e a valorização do corpo como agente do processo criativo na performance musical tem sido uma discussão muito presente nos últimos vinte anos. O autor Fernando Iazzeta (1997) aponta que o desenvolvimento dos meios de gravação e reprodução no final do século XX produziu um desvanecimento da dimensão gestual em música, pois o som gravado passou a ter mais destaque em relação as performances ao vivo. Fundamentado nisso, verifica-se no contexto da música de concerto instrumental uma tendência para a anulação do corpo na performance onde o ou a instrumentista adotam posturas rígidas e estáticas na tentativa de não comprometer a qualidade sonora, vestem-se uniformemente de negro e permanecem concentrados em uma folha de papel sob a estante, enquanto o público permanece sentado a ouvir igualmente sem demonstrar suas emoções (Small, 1998). Desta forma o corpo do próprio ou da própria performer é visto como um mero reprodutor do discurso sonoro, não como agente criador. Ao compreender a performance musical como uma experiência complexa que integra não somente a audição, mas também outros sentidos e com o intuito de reconectar com o poder criativo do corpo através da intersecção com a dança, foi criada uma performance da composição inédita “Le corps qui habite en moi” (2022) do compositor Yugo Sano Mani em que os gestos musicais são exteriorizados criando uma coreografia para esta composição. Serão também explorados neste contexto elementos visuais inspirados na técnica de pintura oriental “Sumi-ê” para auxiliar na construção da narrativa performativa. Desta forma espera-se conseguir afetar o público na mesma proporção em que a performer se conseguir conectar deste mesmo modo na sua performance. published

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Afonso, Gustavo;
    Publisher: UA Editora
    Country: Portugal

    Compositor e pianista natural do Porto, Victor Macedo Pinto (1917-1964) deixou uma obra musical ampla e variada, que engloba repertório para piano, música de câmara vocal e instrumental, obras para orquestra, música coral e música de cena (Carneiro 1968). A diversidade da obra de Macedo Pinto, com destaque para o repertório pianístico, e a contrastante escassez de registos relativos ao compositor em publicações sobre música portuguesa (Carneiro 1968; Cid 2010; Harper 2013; Lessa s.d.) conduziram às seguintes questões de investigação: 1) qual a relação entre o percurso musical de Macedo Pinto e o contexto social e cultural da época em que viveu?; 2) que questões estilísticas e performativas estão patentes na sua obra para piano, e de que forma podem ser abordadas no âmbito da pesquisa artística? Tendo como mote a temática da homenagem, e centrando-se nas obras para piano Elegia a Luís Costa (1962) e Três Homenagens (1950-1962), esta proposta de recital-conferência apresenta os seguintes objetivos: 1) localizar as obras no repertório português para piano do século XX, ligando-as ao contexto histórico da época em que foram compostas; 2) identificar e discutir questões performativas e de linguagem presentes nas obras, estabelecendo eventuais ligações a outros compositores e pianistas seus contemporâneos; 3) contribuir para a valorização e disseminação do repertório para piano de Macedo Pinto. Este trabalho partirá de um enquadramento do referido repertório no âmbito da música portuguesa para piano do século XX. Proceder-se-á ao levantamento das audições históricas e recentes das obras, que incluirá a identificação do contexto em que foram apresentadas e respetivos intérpretes. A partir das edições críticas das obras, elaboradas com base nas fontes recolhidas no espólio do compositor e em acervos particulares, haverá lugar à apresentação integral das mesmas e à análise de excertos específicos, com vista ao reconhecimento de marcas estilísticas e performativas associadas à escrita de Macedo Pinto, bem como da sua possível ligação à música de outros compositores. A realização da Homenagem ao Fado em Tom Menor, que integra a segunda obra acima referida, contará com a participação da soprano Beatriz Maia na declamação do poema de António Lousada. Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança/Fundação para a Ciência e Tecnologia published

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Laura Neiva;
    Publisher: Universidade do Minho. Departamento de Sociologia
    Country: Portugal
    Project: FCT | 2020.04764.BD (2020.04764.BD)

    As tecnologias de Big Data são descritas como objetivas e com capacidades de eficácia quase absoluta na previsão de crimes e na identificação criminal. A sua expansão é promovida por discursos tecno-otimistas que refletem as sucessivas esperanças depositadas nas tecnologias para combater o crime. Tomando como inspiração os estudos sociais da ciência e tecnologia e por via da análise de discursos políticos, legislação e literatura científica no campo das TIC, exploro as representações sociotécnicas de Big Data. Em particular, demonstro como esta tecnologia tem sido enquadrada por imaginários que lhe atribuem uma “identidade tecnológica” de inovação e eficácia, obliterando os contextos sociais e históricos em que as tecnologias se aplicam. Considerando a performatividade de pendor futurístico das expectativas que rodeiam o Big Data no campo criminal, argumento a necessidade de abrir a “caixa negra” desta tecnologia e o mito da objetividade que lhe está associado. O tecno-otimismo futurístico em torno das potencialidades de Big Data dificulta o debate em torno das práticas de criminalização historicamente associadas ao desenvolvimento tecnológico aplicado ao campo policial e de justiça criminal, designadamente: (i) o potencial para a discriminação e racismo; e (ii) a ampliação da vigilância de comunidades vulneráveis.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Neves, Fausto;
    Publisher: Sociedade Portuguesa de Investigação em Música (SPIM)
    Country: Portugal

    Na tumultuosa Paris dos anos 30 Lopes-Graça contactou o Expressionismo alemão através da Compagnie des Ballets Internationaux, influenciada por Kurt Jooss e pelo seu Tanztheater, e para quem escreveu a revista-bailado La Fièvre du Temps. Em entrevista (1974) a Mário Vieira de Carvalho o compositor, sempre esquivo a filiações estéticas, acabou por admitir um “expressionismo dramático de linguagem mais ou menos atonal” como “uma consequência evolutiva de premissas técnicas e estéticas de certas obras de fim da década de 20, princípios da de 30 (…)”. A obra Cinco Nocturnos para Piano emparelha em profundidade e densidade composicionais, assim como em linguagem e coloração emocional, com Canto de Amor e de Morte e com Catorze Anotações. O Expressionismo pode enformá-las ideológica e tecnicamente na sua mensagem musical, quer pelo seu carregado teor comunicativo perturbador, quer pelas técnicas usadas – aforismo e depuração de meios em prol da eficácia da intensidade comunicacional; aproximação ao atonalismo, descolorindo a sofrida imagem musical, retirando lógica gravitacional sonora. Podemos ainda questionar se as técnicas expressionistas, usadas pelo compositor nabantino nos Nocturnos, tentam dar forma ao clássico desesperado e eloquente oráculo expressionista, ou a um individual e lancinante pedido de ajuda de quem se encontra em desespero, rompendo a postura estoica que Lopes-Graça sempre cultivou. Nesta proposta de comunicação-performance pretendo: a) dar a conhecer o enquadramento biográfico, pianístico e ideológico de Cinco Nocturnos para Piano; b) proceder a uma súmula analítica dos materiais e da técnica usados pelo autor, confrontando-a com os princípios ideológicos e metodológicos do Expressionismo e com o resultado musical final; c) executar integralmente a obra ao piano. Not Published

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Júlio Henrique Germano de Souza; Leonardo Kipper Alves; Marina Meca Ferreira de Castro;
    Publisher: SBEF
    Country: Portugal

    Objetivou-se com este estudo caracterizar o material combustível superficial, a partir da sua quantificação e classificação de perigosidade em duas estações do ano e em quatro povoamentos florestais (Pinhal manso, Castinçal, Sobreiral e Carvalhal) no nordeste de Portugal. O material combustível foi classificado em perigosos (1cm) e verdes, a umidade foi avaliada com secagem em estufa. O povoamento de Castanheiro é o que possui a maior quantidade de material combustível (30,547; 16,40 ton/ha). O pinhal apresenta o maior risco, devido a elevada quantidade de material combustível atrelada a baixa umidade no período crítico (verão). info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Afonso, Gustavo;
    Publisher: UA Editora
    Country: Portugal

    A emulação no contexto das artes e da arquitetura teve particular relevância na Europa entre o final da Idade Média e o século XVIII. Esta abordagem integrava o processo de formação dos artistas, atuando como ferramenta pedagógica no trajeto entre a imitação e a invenção. A obra The Finding of Moses (c. 1730), do italiano Giambattista Tiepolo (1696-1770), e o Forum Augusti (42 a.C.-2 a.C.), construído pelo imperador Augusto (63 a.C.-14 d.C.), sobrinho-neto de Júlio César, são dois exemplos deste tipo de manifestação na pintura e na arquitetura, conjugando o espírito competitivo com o sentido de homenagem aos antecessores (Mayernik 2016). No domínio da música erudita ocidental, realça-se a realização de homenagens a compositores e intérpretes, com grande expressão na tradição francesa, como evidenciam a obra para piano Le Tombeau de Couperin (1914-1917), de Maurice Ravel (1875-1937), e a antologia Tombeau de Claude Debussy (1920), encomendada por Henry Prunières (1886-1942) em memória do compositor francês e que integra dez peças de compositores de diferentes nacionalidades. Mas o que significa uma homenagem em música? Será uma forma de construir sobre a obra de um antecessor, ou tratar-se-á de uma reflexão sobre a sua própria relação com essa obra? E poderá a performance musical constituir em si uma homenagem? Centrando-se nas obras para piano Elegia a Luís Costa (1962) e Três Homenagens (1950-1962), do compositor portuense Victor Macedo Pinto (1917-1964), esta proposta visa discutir as questões acima elencadas, apresentando os seguintes objetivos: 1) compreender os conceitos de emulação e de homenagem, à luz de práticas correntes nas artes, na arquitetura e na música; 2) refletir sobre as implicações da realização de uma homenagem em música, no contexto performativo e numa lógica de pesquisa artística; 3) promover a valorização e disseminação da obra para piano de Victor Macedo Pinto. Este trabalho partirá de um levantamento de exemplos da presença da homenagem em domínios diversos, analisando a sua importância na criação de novos produtos artísticos. No contexto específico da música, a discussão envolverá a apresentação integral das duas obras de Macedo Pinto, compositor parcamente referido em publicações sobre música portuguesa (Carneiro 1968; Cid 2010; Harper 2013; Lessa s.d.). A Homenagem a Claude Debussy (1950) será colocada em diálogo com uma obra do compositor Manuel de Falla (1876-1946) alusiva à mesma temática e a Homenagem ao Fado em Tom Menor (1961) contará com a soprano Beatriz Maia na declamação do poema de António Lousada. O desafio consistirá na exploração das componentes musical e textual das peças, articulando-as com os conteúdos de natureza musicológica a elas associados e utilizando a música de Macedo Pinto como fio condutor da performance. Espera-se, com esta proposta, contribuir para a divulgação da obra para piano deste compositor português do século XX, cruzando-a com outras linguagens e refletindo sobre a visão da performance como homenagem. Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança/Fundação para a Ciência e Tecnologia published

  • Publication . Article . Conference object . Other literature type . 2022
    Open Access Portuguese
    Authors: 
    Francisco Marques; Bruno Sá; Sandro Pinto;
    Country: Portugal

    Atualmente, a segurança é um dos requisitos mais importantes na computação moderna. Com o aparecimento de plataformas heterogéneas compostas por várias unidades de processamento, é necessário desenvolver mecanismos de proteção que garantam um elevado grau de isolamento e segurança do sistema. Uma área proeminente que visa melhorar a segurança de uma plataforma, é o isolamento espacial da memória. É neste contexto que este trabalho apresenta o desenvolvimento de um dispositivo de proteção de memória baseado na mais recente especificação v0.1 do Input Output Physical Memory Protection (IOPMP) de RISC-V num System on Chip (SoC) CVA6. Este dispositivo tem como objetivo principal a regulação e protecção de acessos a memória efetuados pelos vários bus masters que estão ligados ao barramento principal (ex. dispositivos DMA) que podem existir numa plataforma para além do Central Processing Unit (CPU). Este projeto foi suportado pela FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do projeto UIDB/00319/2020.

  • Publication . Conference object . Other literature type . 2022
    Open Access Portuguese
    Authors: 
    Marques, Carla; Rodrigues, Eloy;
    Country: Portugal

    [Excerto] A UMinho Editora é uma editora académica, que completou em 17 de fevereiro de 2022 três anos de atividade. Conta já com 37 livros publicados, em que 35 se encontram disponíveis em acesso aberto na plataforma de gestão editorial e publicação Open Mongraph Press (PKP). Os livros são publicados também na Google Play Livros, Amazon (em regime de print-on-demand) e os que são impressos, vendidos na loja física e online da Universidade. Em 2021, com o objetivo de divulgar e internacionalizar a Editora e torná-la mais apelativa a submissões de novos autores, foi iniciada a pesquisa e envio da Editora a bases de dados internacionais, para que os livros publicados fossem aprovados e indexados nessas mesmas bases de dados. Iniciámos a submissão pelo Directory of Open Access Books (DOAB) e pela Web of Science. O DOAB aceita editoras que publiquem livros científicos, revistos por pares externos, sob licenças de acesso aberto como por exemplo as Creative Commons. No processo de submissão é necessário identificar o local onde se encontra definida a política de revisão por pares, as licenças utilizadas e as instruções aos autores no website da editora. [...] Poster apresentado na "13.ª Conferência Lusófona de Ciência Aberta", realizada de 06 a 08 de outubro de 2020, Maputo, Moçambique e em formato virtual.

  • Open Access Portuguese
    Authors: 
    Bastos, Glória; Carvalho, Madalena;
    Publisher: Zenodo
    Country: Portugal

    Poster apresentado na 13ª Conferência Lusófona de Ciência Aberta. O estudo pretende contribuir para determinar de que forma a situação decorrente da pandemia de Covid 19, especialmente considerando o ensino remoto emergencial, se refletiu no interesse pela utilização de recursos educacionais abertos (REA). Tendo em atenção que no contexto português, a Universidade Aberta (UAb) é única instituição de ensino que organiza de forma sistemática REA numa comunidade específica do seu repositório institucional, é efetuada uma análise comparativa dos dados de utilização do Repositório, expressos em números e locais de utilização dos conteúdos da comunidade REA, nos períodos antes e durante a situação pandémica, de modo a percecionar a existência de padrões de utilização. Partindo da premissa de que os repositórios institucionais contribuem para a internacionalização do conhecimento e o acesso aberto permite ampliar o papel social das universidades, o estudo reflete ainda sobre a contribuição dos REA para a globalização da ciência e da sua mediação pedagógica, percebida pelas estatísticas de utilização das coleções de REA disponibilizadas pela UAb. A análise dos dados revela a importância do Repositório para aumentar a visibilidade das coleções e o potencial impacto junto da comunidade científica e educacional, nacional e internacional info:eu-repo/semantics/acceptedVersion

Send a message
How can we help?
We usually respond in a few hours.